Loja Gráfica Web – indicação dos leitores

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

Um dos objetivos de nosso blog é sempre levar a conhecimento de nossos leitores sobre todos os distribuidores gráficos do mercado. Essa semana tive a terceira indicação para uma gráfica de Goiânia e senti a necessidade de fazer a indicação aqui no Dicas Gráficas do Cardquali. Conheça agora a Loja Gráfica Web!

A Loja Gráfica Web

Antes de mais nada é bom esclarecer que a divulgadíssima e muito criticada Gráfica na Web (de Curitiba) não tem nada haver com a Loja Gráfica Web (de Goiânia). São duas empresas totalmente diferentes.

Passeando pelo site Loja Gráfica Web  percebi que ele é bem estruturado e fácil de navegar. Os preços dos produtos estão disponíveis mesmo para as pessoas não logadas ao sistema, o que facilita a pesquisa de preços.

Logo na primeira página você encontra um guia de como comprar, que leva passo a passo a pessoa a aprender o processo de compra, que diga-se de passagem não tem nada de mais, pois é bastante intuitivo.

Na questão das artes finais, tem também o link Dicas que dá os principais conselhos para que não aconteçam os tradicionais erros de layout que tanto fazem perder serviços.

Uma questão importante é o envio das artes somente até a versão 11 do Corel Draw. Quem tem as versões mais modernas deve prestar atenção neste item.

Loja Gráfica Web

Os Produtos

Logo de cara percebi que há menos opções de produtos do que nas gráficas de Curitiba, embora isto não comprometa muito, pois os produtos principais estão presentes no site.

A linha geral é a mesma da grande maioria das gráficas do mercado.

Produtos em couchê 300 g. 150 g, 120 g e 90 g, em opções de 4×0 e 4×4 cores. Tem também os cartões com laminação fosca e verniz localizado, encartes e papeis timbrados (papel sulfite 4×0 cores).

Eles não trabalham (ainda) com pequenas tiragens e impressão digital. Ficam apenas na linha dos produtos tradicionais gráficos.

Preços

Tive o cuidado de comparar os produtos oferecidos pela Loja Gráfica Web com a principal concorrente AtualCard.

Os cartões de visita são oferecidos na tiragem de 1500 e 3000 unidades a preços inferiores ao da concorrência, numa excelente relação custo/benefício. Apenas para comparação (cuidado quanto a época de leitura deste post) 1500 unidades 4×0 saem por apenas R$ 25 contra os R$ 31 de 1000 unidades da concorrência. Na tiragem de 3000 a vantagem é ainda maior. São apenas R$ 45 na Loja Gráfica Web contra R$ 94 na concorrência… Ganham de lavada.

Vale salientar também que o preto no verso sai de graça (mesmo preço que o 4×0) e que há pouquíssima diferença entre o preço do 4×0 e o 4×4, tornando os preços realmente muito baixos.

O cartão com laminação fosca e verniz localizado 4×0 e 4×4 saem pelo mesmo preço. É apenas R$ 60 para 1000 unidades e R$ 90 para 2000 unidades contra os R$ 78 da concorrência. Outra lavada nos preços… a tiragem de 2000 unidades nem dá para comparar de tão barata que fica.

As pastas são feitas a partir de 250 unidades. Aqui temos outra lavada em relação a concorrência. São R$ 395 por 250 unidades contra R$ 493 por 200 unidades. O mesmo acontece na tiragem de 500 ( R$ 465 contra R$ 708), 1000 (R$ 600 contra R$ 945) e a 2000 (R$ 989) fica quase no valor do milheiro na concorrência.

Não vai dar para comparar tudo aqui, mas a grande maioria dos produtos, exceto alguns em tiragens menores, saem mais em conta na Loja Gráfica Web.

Vale a pena conferir os preços!

Qualidade

Ainda não rodei nada na Loja Gráfica Web.

Por isso vou me basear em duas coisas. A primeira a opinião dos leitores que são apenas elogios para esta gráfica ao contrário da concorrência.

A outra é uma breve pesquisa com o termo Reclamação e nome da gráfica. Não encontrei nenhuma reclamação dela, o que é bem raro neste meio.

Não me é possível dar uma opinião real, de quem usa diariamente o fornecedor, mas tudo indica ser uma excelente gráfica com excelentes preços e principalmente com um ótimo atendimento, pois não deixam reclamações vazarem na internet, solucionando todas.

Frete

Aqui as coisas podem pegar um pouco.

Como é uma gráfica relativamente nova, pelo menos na web, eles não tem ainda uma boa rede de distribuição.

Neste ponto as gráficas de Curitiba vencem de lavada, por terem escritórios em quase todo o território nacional.

Para mim cabe apenas a sugestão deles começarem a pensar em viabilizar a implantação de escritórios pelo Brasil, com um bom sistema de transportadoras, podendo entregar nestes locais com a opção de retirada em balcão, tal qual a concorrência.

Isso permitiria catapultar as vendas pelo Brasil.

Mesmo com esta diferença, os preços são tão bons que mesmo com o custo do frete ainda se consegue trabalhar com custos menores que a concorrência.

Alguns produtos de maior valor tem o frete grátis. Vale a pena dar uma olhada.

Formas de pagamento

A Loja Gráfica Web apresenta praticamente todas as formas de pagamento disponíveis no mercado.

Neste ponto não fica nada a dever em relação a concorrência.

Até a opção de 6x sem juros que a concorrência apresenta, eles tem.

Com isso não há desculpas para não se trabalhar com a Loja Gráfica Web.

Loja Gráfica Web

Indicações de leitores

Normalmente, as pessoas apenas criticam as gráficas com as quais trabalham.

Posso dizer que a maioria delas considera seus fornecedores apenas como mais ou menos, relevando os erros que volta e meia acontecem e esquecendo um pouco os aborrecimentos.

Assim, sempre temos reclamações e pouquíssimos elogios.

Quando uma gráfica começa a ter bastante elogios dos clientes, algo há de especial nessa gráfica, e esse algo mais vai para o lado de grandes vantagens em preços e no atendimento.

Quando falta algum destes itens a gráfica ela acaba virando mais ou menos e não é indicada pelos leitores (na prática se critica mais que elogia).

A Loja Gráfica Web conseguiu várias indicações de leitores, valendo este post gratuito para alertar dos serviços por ela oferecidos.

Conclusão

Respeito muito meus leitores. A opinião deles vale muito para mim.

Com isso segue a indicação dos meus leitores quanto a qualidade da Loja Gráfica Web e a minha indicação quanto aos baixos preços praticados para a grande maioria dos produtos.

Se eu fosse vocês me cadastraria ainda hoje no site e pediria amostras para começar a trabalhar.

Segue mais uma vez o link: Loja Gráfica Web

Espero que tenham gostado desta indicação.

Até o próximo post.

Não esqueçam de fazer os seus comentários aqui em baixo para este post ficar o mais completo possível.

Abraços a todos!

Você pode gostar também de:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

6 comentários

  1. Junior

    Já tinha visitado o site dessa gráfica, cadastrei mais ainda nao recebi as amostras e no momento continuo trabalhando com a gráfica de curitiba, Gráfica na Web e indico ela também.

    • Paulo Valle
      Author

      Junior,

      Eu já tenho visto esta gráfica. Dizem que é do mesmo dono da AtualCard, só que com um pouco menos produtos… algum dia eu entendo esta enxurrada de gráficas em Curitiba.
      Vai nos mantendo informados sobre a qualidade deles… Está nos meus planos escrever sobre eles.
      Abraços,

  2. Fiz um cadastro e vou verificar a questão do formato do arquivo. Para uma gráfica na web é importante ressaltar que o padrão universal seria o PDF-x1A, e não encontrei nenhum referência a nenhum formato PDF no site. Se a loja aceitar apenas arquivos em CorelDRAW infelizmente não atende a maioria dos projetos que poderiam ser enviados para ela… Assim que tiver uma resposta posto aqui.

    • Paulo Valle
      Author

      Liute,
      As gráficas lá de Curitiba até pouco tempo atrás só aceitavam arquivos em JPG 400 dpi.
      A maioria pode pensar que cairia muito a qualidade, mas na prática se perde muito pouco. Só mesmo os gráficos são capazes de perceber as diferenças.
      As lambanças vinham mais da falta de qualidade do que do JPG em si.
      Assim eles se livravam de problemas com fontes e efeitos em 100% dos casos. Pouco depois eles começaram a abrir para o Corel e agora para o PDF-X1a.
      Eles, assim como eu fazia, fecham a “chapa” no Corel Draw e ele costuma dar um pouco de problema com os arquivos da Adobe.
      Acompanho o PDF desde os anos 80 e era para ser um padrão (revista publish numero 1), mas não conseguiram ser tão padrão assim, pois por muito tempo queriam cobrar das demais empresas royalties sobre o produto… aí cada um fazia a sua adaptação. Padrão não pode ter nenhum tipo de cobrança… senão não pega… levaram 30 anos para perceber isto!

      • Paulo, infelizmente hoje em dia temos muitas gráficas que conhecem pouco, ou até desconhecem os processos de gerenciamento de cores. Por isso há esta questão de “preferrir” certos formatos de arquivo. Correto seria o investimento em equipamentos e softwares capazes de gerenciar melhor os arquivos que são recebidos por seus clientes. Os proprios bureaus de serviços deveriam pegar mais pesado nessa questão de investimento, principalmente na capacitação de seus profissionais. Uma máquina impressora de chapas e fotolito já acompaha o software de imposição e de gerenciamento do impresso, mas devido justamente a falta de preparo do profissional, que só sabe usar uma ferramenta (geralmente CorelDRAW) que na verdade não é desenvolvida para esta finalidade, acabam impondo regras que nem sempre podem ser seguidas, e que não são as melhores em questão de qualidade do serviço. Além dos próprios softwares nativos dos equipamentos, que suportam diversos padrões de arquivos, também há aplicativos específicos para este tipo de tarefa, como o Adobe Acrobat, que é um poderoso software de criação e gestão de PDF com recursos muito avançados de gerenciamento de cores e controle de impressão. Com ele, é possível “brincar” com cada uma das chapas de cor da maneira que o profissional achar necessário.
        Nosso mercado ainda tem que melhorar muito, infelizmente devido as limitações financeiras muitas gráficas andam bem devagar, enquanto as de maior porte possuem sempre melhores recursos e suporte especializado, e podem impor uma padronização mais rígida, como é o caso da Gráfica Santa Marta (http://www.graficasantamarta.com.br/site/), claro, em um patamar bem distante de nós reles mortais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *