Dia a dia na gráfica #1 – Convertendo cores Pantone em CMYK com CorelDRAW X6

19 Flares Twitter 0 Facebook 15 Google+ 4 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 19 Flares ×

Nova série de vídeos pra galera que quer ficar por dentro do que acontece no dia a dia das gráficas.

No vídeo de hoje vamos aprender a converter cores exatas Pantone para as cores compostas CMYK em um projeto que deve ser enviado para impressão.

Acontece com muita frequência de recebermos arquivos que não foram devidamente projetos para impressão, geralmente por profissionais desavisados, desqualificados ou até mesmo pelos próprios clientes. Para que o processo de impressão aconteça corretamente é necessário converter qualquer espaço de cor utilizado para o espaço de cor corresponde ao processo de impressão.

Neste vídeo você aprenderá como fazer isso de uma maneira automatizada, simples e rápida.

Diga adeus aos cabelos arrancados e as horas desperdiçadas com trabalho desnecessário. Comente o que achou do processo, troque suas experiências com agente.

Não percam os próximos vídeos da série, inscreva-se em nossa newsletter digitando seu e-mail no balão flutuante ao lado e receba todas as novidade em seu e-mail.

Aproveite para seguir o Cardquali no twitterfacebook ou google+, assim você fica por dentro das novidades, e acompanha os melhores links do blog. Você também pode assinar nosso feed de notícias, e receber todas as atualizações de maneira exclusiva.

Curso de Photoshop

Você pode gostar também de:

19 Flares Twitter 0 Facebook 15 Google+ 4 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 19 Flares ×

25 comentários

  1. Liute,

    Assisti o vídeo e acho que o primeiro comentário vai ser meu…
    Tenho uma reclamação!!!!

    Por que você não gravou esta coisa na semana passada.
    Eu até sabia que tinha em algum lugar uma opção para troca de cores (vi numa descrição do corel), mas nas versões que eu manjei mais não havia isto.
    Fiz uma arte na semana passada para minha esposa com centenas de bolinhas e listrinhas dentro de powerclips.
    Editei para mudar algo como 2000 objetos (duas horas e meia mudando cores).
    Fiz o teste aqui… deu cerca de 120 segundos usando a ferramenta que você falou (era de CMYK para CMYK).

    Valeu pela aula!!!

    Paulo

  2. parabens pela aula! Como sempre uma aula muito direta e eficiente.
    Gostaria que se possível fizesse uma aula falando da criação edição e finalização de arquivos grandes como de outdor plotagem banners, etc.
    tenho muita dificuldade de trabalhar com esses arquivos, os mesmo ficam muito pesados e dificeis de serem manipulados.
    Alem da dificuldade de achar material gráfico de apoio para essas peças, gostaria de uma dica de como aproveitar melhor
    o tamanho de imagens conseguidas. redimensiona-las sem perder tanto a qualidade.
    Desde já agradeço!

  3. Jorge Fontes

    Olá Liute. Parabens pela TOP DICA eu passei esta semana por este problema, RGB e PANTONE tudo misturado.
    Vamos aguardar o proximo video e ficar no aguardo do SUÍTE CRIATIVA. Saúde e Paz..

  4. Pingback: Dicas gráficas do Cardquali | Gráfica BH na WEB: cartão de visita, panfleto, banner, adesivo em Belo Horizonte.

  5. Rogério Villela

    Olá Liute, tudo bem?

    Tenho uma pergunta para você:

    Sempre que faço os meus desenhos no Corel, eu utilizo a ferramenta Bézier para elaborar os meus desenhos.
    O problema surge depois quando, posteriormente eu abro o arquivo e o desenho encontra-se todo “danificado” como se alguém tivesse alterado ele.

    Cnsegue me dizer porque isso acontece?

    Grato

  6. Jordana

    Oi! Eu amei todos os seus vídeos!
    Neste porém ficou uma dúvida: A cor depois de substituida de pantone para CMIK não fica exatamente a mesma cor… é normal isso?? O cliente não poderá reclamar?

    Abraços

    • Oi Jordana, o processo de substituição é feito apenas em casos extremos. Se, por exemplo, o cliente tem um logotipo que use cores pantone, é provavel que ele tenha definido em seu manual de uso de marca a correspondência CMYK para uso, na ausência da cor pantone.

      Portanto, o recurso existe, mas deve ser usado apenas sob total controle e apenas em casos realmente necessários.

  7. Fabio

    Gostei da dica. Mas me dei mal, convertendo um Pantone 296C ( amarelo) em CMYK e mandei pra dar saída na gráfica. Ocorreu que o amarelo saiu esverdeado. O cliente reprovou e perdi o material e $$$. Depois vi que teria que deixar em Pantone mesmo e a grafica deveria comprar a cor pra fazer a impressão. Pois conforme me disseram Pantone é Pantone, CMYK é CMYK.
    No monitor a cor fica a mesma, na impressão digital ta,mbém, porém na saída da impressão off set…o negócio pegou !!!

    • Fabio,

      Vamos esclarecer uma coisa. A gráfica ou vende impressão CMYK ou vende impressão com pantone. Quando o cliente não se importa com variações de cor pode ganhar um grande desconto imprimindo em CMYK.
      Para você ter uma idéia, uma lata de tinta pantone custa entre R$ 100 e R$ 500 e esse valor é incluido no valor cobrado pela gráfica. Além disso, um produto com pantone roda sozinho na máquina, pagando todos os custos de impressão, sem dividir com ninguém.
      Uma entrada de chapa numa máquina com 5 ou 6 cores fica por cerca de R$ 1 mil. Quando se roda um serviço em CMYK numa gráfica como a AtualCard, estamos automaticamente dividindo os custos de um cartão entre 60 clientes, ou seja, os R$ 1 mil viram R$ 17 para cada cliente, acrescidos do custo do papel e lucro da gráfica.
      O vendedor tem que conhecer o processo e apresentar os dois preços para o cliente… assim: o milheiro cartão com essa cor pantone custa R$ 1500, podemos reduzir o custo rodando 10 milheiros por R$ 2500 ou podemos usar cores CMYK numa chapa com diversos clientes com alguma variação na cor cobrando R$ 60 o milheiro. Qual que o senhor quer?
      Viu bem como deve ser o procedimento. Garanto que seu cliente que escolheu cor pantone sabe disso e se fez de sonso.
      Existem no comércio especializado umas tabelas de cores pantone impressas em CMYK. Por lá dá para ter uma idéia de como uma cor pantone fica impressa em offset CMYK. A tabela é bem cara.
      Outra forma mais barata é vender a prova, mandando rodar um cartãozinho com as cores usadas, ciente que pode haver alguma variação. Se a prova for bem feita pode-se colocar outras cores pantone próximas e acertar de primeira a cor desejada pelo cliente.
      Bem… fica como aprendizado
      Eu particularmente espanto os clientes que cismam com pantone. Em geral eles não pagam pelo uso dessas cores. São mal orientados por designers, que tentam vender também a impressão. Ficam com a arte cheia de pantones e na hora de rodar pulam fora do designer devido ao preço. Acabam criando problema para outros profissionais.
      Tá legal fábio? Pescou o que apresentei aí encima? Mesmo em m´quina digital o pantone pode variar, pois elas usam também CMYK. Só que nelas pode-se ajustar as cores facilmente, pois as folhas saem 1 a 1. As vezes o operador faz a troca e você nem fica sabendo. Ele pega a cor que você quer, compara com umas páginas impressas na máquina dele (pantone em cmyk… só que ele mesmo imprime) e se a cor estiver diferente ele compara com a tabela dele e troca a cor no arquivo original, sem você nem saber.
      Qualquer outra dúvida é só perguntar.
      Abraços,

    • Complementando a resposta do Paulo, gostaria de lhe perguntar se usas algum gerenciamento de cores. Pelo que você retratou, você viu na tela uma coisa, e foi impressa outra, coias que não aconteceria se você possuisse um gerenciamento de cores eficiente. Entenda que desde a produção até a impressão o gerenciamento de cores é fator determinante na integridade das cores. o procedimento de conversão usa o perfil de cores incorporado ao seu documento, logo, se é colorimetro relativo, absoluto, percetivo, etc, isto irá influenciar diretamente no resultado.

      Nunca tive problemas de conversão, há variação sim, mas não chega a ser perceptível na maioria dos casos, há de se considerar que não é apenas “clicar e mudar”, deve-se avaliar todas as circurntâncias do processo produtivo e de controle de gerenciamento de cores.

      Um abraço.

    • Jimy,
      Não sei… tem que ter uma tabela de equivalência, mas eu nunca vi.
      No Corel tem que ir abrindo uma a uma as cores para encontrar.
      Pode ser que nem encontre já que as cores pantone não atingem todo o espectro de cores e a CMYK atinge.
      Explicando melhor.
      Você tem umas 10 palhetas de pantone, cada uma com unas 300 cores (chutei tá). O total daria 10 x300 = 3000 cores pantone (mais uma vez é chute tá… mas é um número finito).
      O CMYK pode variar de 0 a 100 em cada cor e o RGB pode variar de 0 a 255 em cada cor.
      Assim teremos no CMYK = 100 x 100 x 100 x 100 cores = 100.000.000 cores CMYK e no RGB 256 x 256 x 256 = 16.777.216 cores… não dá nem para comparar com as 3000 pantone não é?
      Abraços,

  8. Boa noite, gostei muito do seu vídeo, parabéns pela iniciativa, me ajudo em problema por gentileza, minha impressora eco solvente está imprimindo tudo que é em cinza em roxo, comprei a impressora a duas semanas e estou tomando um couro, se souber ficarei grato.

    • Marcelo,
      Dois chutes para o seu problema… o primeiro e menos comum… as mangueiras de alimentação estão no local correto? Se tiver trocado pode fazer coisa do genero.
      A segunda e mais comum, o perfil de sua impressora está errado. O cinza é a mistura das 3 cores C + M + Y em quantidades iguais. Se o seu perfil estiver jogando pouco amarelo, vai prevalicer o ciano e magenta tornando o cinza arroxeado.
      O fabricante da impressora e da tinta devem fornecer esses perfis com instruções para instalar eles no seu software… caso não tenha isso vá no seu gerenciador de cor do programa que usa e tenta outros perfis (daqui não vai dar para te ajudar… vai ter que testar aí)… deve ter um perfil que se encaixe na sua situação.
      No corel os perfis estão em ferramentas>gerenciamento de cores>configuração padrao . Tenta as opções da predefinição lá de cima. Se encontrar o perfil com o fabricante da tinta ou do ploter basta usar o disquete ao lado dela para acrescentar as definições de cores… isso deve resolver.
      Personalizar a cor é possivel mas é dificil de fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *