Como escolher uma impressora?

7 Flares Twitter 0 Facebook 4 Google+ 3 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 7 Flares ×

Uma das coisas que mais me perguntam é qual é a impressora ideal para o gráfico. A resposta a essa pergunta é sempre difícil, até mesmo por que são centenas de opções no mercado e a cada dia surgem mais e mais impressoras. Trata-se de um verdadeiro garimpo. Mas tem algumas bases que posso passar na hora dessa escolha. Vamos a elas?

Primeira decisão: Jato de tinta ou laser?

A primeira coisa que precisa decidir é se será uma impressora Jato de Tinta ou Laser. Muitos acham que a impressora laser é melhor, mas nem sempre. Uma impressão em alta resolução no papel fotográfico feito numa jato de tinta é superior em termos de cor a imensa maioria das impressoras laser. Por outro lado as laser mais lentas são mais rápidas do que a grande maioria das Jatos de tinta.

A opção deve vir do nicho que você quer atender. O que você pretende fazer com a impressora?

Quer fazer tudo e quer uma máquina que atenda esse requisito? Pode esquecer! Cada máquina vai atender bem um tipo de serviço e deixar outros sem atender.

A jato de tinta funciona com diversos tipos de tinta. Normalmente é tinta a base dágua (no mercado corante). Isso a torna mais barata, mas com o inconveniente que não pode pegar uma gota dagua e nem o suor que acaba borrando. Para a maioria das pessoas isso não é problema algum, mas quando você está fazendo cartões de visita que vão ficar no bolso da sua camisa suada pode ser um grande problema. Outro tipo de tinta menos usado é a tinta pigmentada. Essa é mais resistente, mas nem toda impressora trabalha com essa tinta. Fazer adaptações com essa tinta significa correr o risco da tinta secar na cabeça de impressão e danificar a cabeça. Temos ainda tintas sublimaticas e eco-solvente. Essas só podem ser usadas como adaptações e perde-se totalmente a garantia do equipamento. A sublimatica só serve para fazer sublimação, que é um grande nicho, mas perde-se a impressora para as aplicações mais simples… você transforma a impressora numa maquina para sublimação. É grande o numero de máquinas que permitem essa adaptação e sempre com o uso de um bulk-ink. A adaptação para eco-solvente é menos comum e mais complicada. A tinta eco-solvente é muito abrasiva e tóxica, derretendo peças da impressora e deixando o ambiente impróprio para trabalhar. As adaptações são caras, mas em compensação pode-se imprimir em materiais como plástico, lona, couchê e outros, abrindo campo para uma série de produtos.

A laser trabalha com toner. A maioria das pessoas acha que é um tipo de toner só, mas na verdade existem toners de diversos tipos, cada um voltado para determinado equipamento.

Ao contrário das jato de tinta, não existe tanta variação assim de uso. As laser são menos flexíveis do que as jato de tinta quanto a quantidade de usos. Tanto é assim que você tem jato de tinta desde o tamanho A4 até o tamanho dos ploters de mais de 5 metros de largura. A| laser vai até tamanho A3+ e olhe lá…maquinas maiores são raríssimas e não são muito maiores do que isso (acho que tem alguns protótipos de ploter, mas não vingaram).

Como escolher uma impressora?

O custo de impressão

Esse é um dos quesitos mais importantes na hora de escolher a sua impressora. Em geral, usando tinta original, a laser é ligeiramente mais econômica do que a jato de tinta. E também, quanto mais cara a máquina que se compra menor o custo de impressão.

Esses são dois quesitos básicos, mas que infelizmente não servem para nós, gráficos!

A maioria das impressoras não nos servem usando o material original dela pois o custo de impressão fica muito alto. Assim, os gráficos procuram meios de baratear a impressão, colocando bulk-inks nas máquinas jato de tinta e reciclando os cartuchos de toner eles mesmos… isso barateia a impressão muito, mas adiciona alguns riscos se a operação for mal feita. Algumas impressoras já vem com bulk-inks de fábrica, mas a escolha da tinta correta também gera riscos.

Mas na hora da compra precisamos fazer algumas contas para saber o consumo real da impressora. Ele vai servir de base para saber o custo de impressão para determinado produto, mas serão dois trabalhos: O primeiro para saber o custo real da impressão com insumos originais. O segundo refazer o calculo com o uso do bulk-ink ou toner alternativo.

Como calcular o custo de impressão de uma impressora?

Se você entrar no site do fabricante vai encontrar as especificações técnicas da impressora. Lá vai achar em algum lugar que a impressora faz X impressões por cartucho. Essa imformação a maioria das vezes é com cobertura de 5% de cada cor… ou seja, quase sem nada impresso. Para nós gráficos esse valor não representa nossa realidade. Para um preto chapado usamos a especificação C50M40Y30K100, ou seja, 220 % de tinta. O vermelho fica C0M100Y100K0, ou seja, 200% de tinta. O marrom usa todas as cores na composição e fica com uns 250% de tinta.

É um erro aplicar o preto totalmente chapado usando C100M100Y100K100, pois o resultado não é o esperado. O papel só admite em geral uns 150% de tinta…mais que isso escorre, encharca o papel ou desgruda no caso do toner. Então tenha em mente que o máximo possível são 250%.

Mas a impressão tem branco, quer seja das letras no fundo escuro, quer seja das fotos no layout. Na prática ter 100% de cobertura atende a maioria dos casos, ou seja 25% de cada cor. Os impressos muito escuros podem atingir no máximo o dobro desse número. Mas na média usaremos os 100% para nossos cálculos.

Você vai precisar sondar o preço dos cartuchos de jato de tinta ou toner no mercado. Eles podem ser juntos ou separados e essa informação será necessária para o calculo.

Vamos começar usando cartuchos separados.

Digamos que os cartuchos coloridos custem R$ 70 e façam 500 impressões e o cartucho preto custe R$ 60 e faça 800 impressões. Em geral o consumo deles é diferente pois usamos muito mais preto do que as cores.

A conta é a seguinte:

Consumo 5% cada = (70/500) + (70/500) + (70/500) + (60/800) = 0,495

Para achar o consumo a 25% teríamos que dividir as quantidades por 5 (25/5 = 5)… mas podemos matematicamente apenas multiplicar a conta acima  por 5.

Consumo 25% cada = Consumo 5% de cada X 5 = 2,475

Agora imagine você ter um custo de quase R$ 2,50 em cada impressão… não dá né.

Aí que entra a reciclagem e os bulk-inks. Ao instalar um bulk-ink você passa a comprar tinta a litro por um preço muito baixo. O seu cartucho de tinta tem uns 19 ml de tinta e custa uns R$ 50. A tinta comprada a litro custa uns R$ 120 o litro… ou seja, fazendo a conta abaixo:

Equivalente tinta = 120 / 1000 x 19 = 2,28

Se dividirmos o valor da original pelo da tinta equivalente:

Relação tinta = 50 / 2,28 = 21,92

Ou seja, é 22 x mais barata… jogando nos nossos cálculos.

Consumo 25% cada com tinta bulk-ink = 2,475 / 21,92 = 0,11

Ou seja no caso descrito, teríamos um custo de impressão de R$ 0,11 por página… nada mal.

Se fizermos o calculo usando toner teremos algo em torno de R$ 1,50 Usando toners originais e algo perto dos R$ 0,80 usando toners alternativos.

Quando o cartucho vem com as 3 cores juntas no mesmo cartucho temos um dificultador. Se a tinta amarela acabar teremos que encher o cartucho inteiro com as 3 cores ou trocar o cartucho… por isso o custo fica maior. E instalar um bulk-ink nesses cartuchos é mais difícil (mas não impossível)… por isso prefira as máquinas com tintas separadas.

No caso das impressoras laser devemos incluir as peças que são sempre trocadas como o fusor, cilindro, revelador e outras mais.

Conclusões sobre o consumo de tinta

E a que conclusão chegamos?

Pelos números que joguei para você, deve ter percebido que a jato de tinta com bulk-ink são as máquinas mais econômicas. Seguidas pelas laser com toners reciclados, depois pela laser com toner original e por ultimo as jato de tinta com tinta original.

É por isso que no mercado temos impressoras jato de tinta que são tão baratas que o custo delas chega a ser menor do que a troca das suas tintas. O fabricante prefere “dar” a impressora e garantir a venda da tinta do que cobrar caro na impressora e ter poucos comprando a tinta… a HP por exemplo não é um fabricante de impressora e sim uma grande revenda de tinta… esse é o negócio realmente lucrativo. E é por isso que inventam maneiras de fazer o cartucho não poder ser enchido, criam chips que travam as impressoras e toda sorte de dispositivos para inibir a reciclagem e uso de bulks… eles estão defendendo o verdadeiro negócio deles.

Agora entra a questão de nicho. Se você pretende fazer frente as gráficas que vendem panfletos, precisa de uma máquina que imprima uma folha muito barata. 1000 impressos 10×14 custa nas revendas R$ 50 e 5000 custam R$ 70… isso dá R$ 0,20 no primeiro caso e R$ 0,06 no segundo caso… tirando o papel temos R$ 0,17 no primeiro caso e R$ 0,03 no segundo. Ou seja, é possível usar uma jato de tinta para competir na venda de 1000 impressos 10×14 cm, mas é praticamente impossível competir na venda de 5000 impressos. E isso deixando de lado a questão de qualidade. É por isso que tenho um grande concorrente no mercado livre vendendo 1000 panfletos 10×14 jato de tinta por R$ 45… e ele vende mesmo… tem mercado para isso, pois pode atender rápido os clientes e muitos mercados admitem esse tipo de impressão. Mas ninguém compete em preço quando se trata de 5000 impressões… não é viável economicamente.

Os cartões vão pelo mesmo lado. Competir com os cartões de milheiro a R$ 20 é muito difícil. Mas pode-se vender 100 cartões feitos na hora em jato de tinta com papel fotográfico (ou até papel grosso comum) ou feito em laser. Tanto é jogo que muitos grandes distribuidores tem lasers de produção para atender pequenas tiragens.

Ou seja, cada impressora vai atender determinado público com determinada qualidade.

A questão de velocidade

Aqui temos que fazer um grande alerta.

OS FABRICANTES DE JATO DE TINTA MENTEM NAS INFORMAÇÕES

E por que grafei isso. Por que é verdade. Pelo menos parcialmente.

O calculo de velocidade da jato de tinta leva em conta uma página no rascunho com quase nada de impressão… para chegar a ele precisaríamos colocar um ponto na página e mandar imprimir. São raras as impressoras que atingem essa velocidade com impressos chapados que é o caso das gráficas.

Então na jato de tinta é necessário fazer testes. Mas nem sempre é fácil. A minha dica nesse caso é ir no youtube e ver a demonstração dessas impressoras e calcular o tempo por lá. Você vai perceber que a maioria das jato de tintas leva alguns minutos por página. Algumas já conseguem fazer algumas páginas por minuto na qualidade. Vou citar alguns exemplos que conheço. Uma Epson LX 355 anuncia que faz uns 15 ppm em cores… na realidade faz apenas 1 página por minuto na qualidade e leva uns 2 minutos na super qualidade. A impressora HP pro X 451 anuncia fazer 36 ppm em cores e é uma das poucas que chega bem próximo a isso… consegui marcar 33 paginas na minha contagem. Outra que mente pouco e que descobri a pouco é a Canon MB5310 que prometem 15 ppm e entrega cerca de 8 ppm por página colorida. Veja bem as diferenças nas informações… em geral as impressoras mais baratas são mais mentirosas, pois o usuário comum imprime mais texto e sente pouco essa mentira. As máquinas mais caras precisam ser menos mentirosas, pois se destinam a mercados que são atentos a essa informação.

Eu mesmo já tive problema no passado ao trocar uma máquina Epson por outra que custava o dobro do preço e que prometia o dobro da velocidade… ao colocar a prova ela trabalhava a ¼ da velocidade da impressora mais barata… briguei e devolvi a máquina por informação errada… mas nem sempre se consegue isso. Se for pela internet lembre-se que a lei premite a devolução do item em até 7 dias por desistência… por isso pode ser uma boa comprar nas grandes lojas online e testar o equipamento e comprar a briga se não entregarem algo próximo ao esperado.

E no caso das laser?

OS FABRICANTES DE IMPRESSORAS LASER COLOCAM NUMEROS REAIS

É isso aí… nesse outro mercado as informações são mais verdadeiras… a variação é muito pequena e nem tanto pela máquina e sim pela comunicação micro x impressora.

Qual a impressora ideal?

O que esperar do mercado?

Temos que ter em mente que pagamos pela qualidade que teremos.

Uma impressora jato de tinta barata, vai apresentar uma impressão mais lenta, de pior qualidade, com tinta mais cara e com maiores dificuldades para colocar um bulk-ink.

As mais caras vão ter uma impressão melhor, muitas já virão com bulk-inks ou terão soluções prontas no mercado e serão bem mais rápidas.

Nas lasers, as mais baratas podem apresentar pontos visíveis a olho nu, podem ter problemas de fixação de toner nas cores mais escuras e podem encanoar as impressões nas tiragens maiores devido ao alto calor. As mais caras terão impressões perfeitas, fixando bem o toner usando menos calor, terão custo de impressão mais baixo e serão mais rápidas.

Na hora de fazer a conta não leve em conta apenas a impressora. Faça a sua conta pensando em 1 ano inteiro. Coloque a sua previsão de compra de tinta e cartuchos, o custo do bulk-ink, o custo da impressora e custos adcionais como o fusor, fixador e outros itens que são mudados de tempos em tempos na máquina. Você vai perceber que em geral, para uso gráfico com alta quantidade de impressões, as máquinas mais caras na verdade são muito mais baratas.

Nós gráficos temos um imenso custo de entrada, mas o custo de manutenção compensa com o tempo.

Algumas dicas de máquinas

Se você quer qualidade offset ou próxima a ela, terá que optar por impressoras laser caras. Eu já descrevi aqui as máquinas Ricoh 6000 e adorei a impressão delas. O meu fornecedor optou por uma Konica-minolta que é uma máquina boa também. A qualidade delas é bem próxima da offset e o custo de impressão A3 gira em torno de R$ 0,60 já incluindo toner, fusor, cilindro, revelador, etc. O custo delas é alto indo a uns R$ 30 mil… mas não chore ainda… uma opção é pegar máquinas de quem esta migrando para máquinas maiores, olhando o mercaod de usadas. Uma Ricoh 2051 custa uns R$ 5 mil no mercado livre e tem gente que tem direto dessas maquinas já revisadas. É uma boa máquina para começar e migrar depois para maquinas maiores.

As lasers mais baratas podem ser uma opção, mas apresentarão qualidade mais modesta. Se meter a mão na brasa e fazer sua própria reciclagem de toner usando materiais de boa qualidade pode ser uma opção em conta. A qualidade delas é bem similar.

Nas jato de tinta fuja das impressoras muito baratas. Preste atenção no nicho que vai atuar. Se vai trabalhar com impressão de panfletos opte por uma HP pro X com bulk ink ou a nova Canon MB5310. A diferença entre elas é a HP é mais rápida (3 x mais veloz), custa 4 X o preço da canon, Já usa tinta pigmentada, que não sai na água. A Canon é mais nova, Tem menos velocidade, mas te atende plenamente. Se precisar compre mais de uma e tenha a mesma capacidade produtiva com menor risco em caso de quebra (se 1 HP quebrar você produz zero e se 1 canon quebrar continua-se produzindo com menor capacidade). Ela ainda não tem tinta pigmentada, mas em breve deve ter.

Caso queira ir para outros mercados pode optar por máquinas com bulk para usar em sublimação. As HP com bulk tanto A4 como A3 já estão prontas. No mercado livre você acha uma HP 7110 com bulk (A3) por menos de R$ 1 mil e pode ser usada com sublimação. Tem gente vendendo conversões para tinta eco-solvente usando impressoras Epson com bulk e pode ser uma opção para fazer cartões em PVC, etiquetas de produtos e coisas do gênero sem ter que investir numa cara ploter. As opções são muitas e exigem muita pesquisa… mas o importante é:

TEM QUE DEFINIR EM QUE NICHO VAI ATUAR

Conclusão

Chegamos a 6 páginas datilografadas e nem pinçamos tudo que podíamos falar. Esse assinto por si só já daria um grande e-book.

A escolha da impressora exige bastante atenção, mas antes de mais nada devemos definir nossa prioridade.

É normal o gráfico trabalhar com diversas impressoras, cada um para um nicho.

Tire da cabeça que vai ter uma máquina que faça tudo… invista num nicho e depois migre para outro e outro até estar bem equipado. Pode-se até se tornar especialista num produto… por exemplo, que tal fazer apostilas?

Muitas dessas máquinas que falamos aqui podem vir a se tornar grandes concorrentes da impressão offset. Se você é um gráfico em sérias dificuldades, pense em novas possibilidades usando equipamentos mais simples e com menor numero de pessoal… pode ser a sua saída. Ficar preso a métodos antigos pode ser o fim de carreira.

Espero que o que foi escrito aqui e os comentários que com certeza irão surgir te ajudem na escolha da sua impressora ideal.

Espero que tenham gostado. Até a próxima postagem.

Curso de Photoshop

Você pode gostar também de:

7 Flares Twitter 0 Facebook 4 Google+ 3 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 7 Flares ×

141 comentários

  1. Carlos

    Ótimo artigo. Tenho uma pequena loja onde já tiro xerox e impressão a4. Estou pensando em comprar uma impressora a3 devido ao ter notado muita gente me perguntar se eu imprimo ou tiro cópias a3. Pesquisei e vi da hp 7612 com Bulk. Qual sua opinião sobre essa multifuncional. Vale a pena pra começar com a3 ?

      • Hugo Rocha

        Por gentileza, estou olhando esta impressora para comprar mas ainda sou meio leigo no assunto. Carlos, ela é boa? Paulo, o que são estes bulks? Agradeço.

      • Edson Matias Da Silva

        Ola le todo o artigo e gostei muito no entanto continuo sedento de informações, por ex pretendo montar uma pequena fábrica de caixinhas de embalagens de alimentos personalizadas papel cartao, ou papelao mais fino , qual impressora você me indicaria?

        • Paulo Valle
          Author

          Edson,
          Para alimentos eu recomendo terceirizar a impressão.
          As caixas tem um certo tamanho e as tiragens em geral são altas.
          O processo correto é ter ou fabricar o papelão ondulado, usar uma acopladeira para colar folhas impressas em offset ou silkar sobre a mesma. E depois fazer o corte e vinco.
          Os investimentos são altos.
          Uma opção barata e simples é usar papel fotografico A3 do tipo a prova dagua numa impressora A3 com tinta pigmentada e depois fazer o curte e vinco numa maquina não muito grande… a tiragem não será grande e o custo relativamente alto, mas pode atender pequenos fabricantes.
          Para impressão A3 jato de tinta com tinta pigmentada eu indico a HP 7612 com bulk ink instalado… a velocidade é intermediaria e o custo com bulk é baixo.
          Abraços,

  2. Ney

    Bom dia. Paulo, um grande abraço. Vou emitir algumas opiniões baseado em experiências de 15 anos com essas “máquinas”. O artigo está muito bem escrito e nos dá uma dimensão boa sobre os tipos e usos dessas impressoras. Já tive de todas elas, No final optei por trabalhar com laser de alta qualidade. Em nenhuma hipótese indico a compra de uma laser colorida, pois no início é só alegria, até a 1ª troca de toner. Nunca opte por usar toner color sem ser o original, sempre será furada. Existem peças que tem desgastes diferenciados, ex: roletes desgastam mais rápido que outras peças. Chama o técnico (de laser não é barato) troca o rolete; daqui a pouço desgasta uma lâmina de limpeza, de novo o técnico e troca a lâmina, daqui a pouco outra peça e assim por diante. eu acabei locando uma máquina color de alta qualidade (Canon C1)com tudo incluso e somente original em que o custo era de 0,60 para cada a/4 para uma franquia de 2000 impressões. Não foi necessário investir nenhum centavo p/ adquirir equipamento, que depois de 2 anos vc não repassa por 1000,00 reais. Jato de tinta sem ser em papel foto ou matte não atrai o cliente. Outra coisa: vc terá custos menores em laser com máquinas híbridas, ou seja impressão relativamente rápida em cores, a qualidade é razoável, não se compara a qualidade laser gráfica. O espaço é pequeno e espero que tenha ajudado. essa foi minha experiência. Abraço a todos

    • Paulo Valle
      Author

      Ney,
      Mais uma vez obrigado por nos ajudar.
      Realmente os custos da laser são bem altos. Eu sou fã da Jato de tinta de qualidade… perco horas vendo videos das Menjets de carro largo.
      Eu já tive uma impressora cera e gostava bastante… pena que a Xerox comprou a patente e deixou ela de lado para impedir o avanço na tecnologia e manter o mercado das laser, que são piores e mais poluentes.
      Na verdade essa força do mercado tentando empurrar as laser é por conta disso… deve ser bem mais vantajoso ter uma maquina que quebra muito do que investir em tecnologias com pouca quebra. Em geral impressoras com cabeça fixa serão mais baratas e se vendidas em quantidade podem ter a cabeça com preço reduzido… mas a laser vai tentar estragar o avanço delas.
      Um grande abraço e continue nos ajudando.

  3. Luiz Henrique

    Boa noite Paulo! Novamente parabéns pelo trabalho!
    Com o objetivo de imprimir cartazes de festas e divulgações em geral tamanho A3, (parece que o pessoal geralmente faz em laser/couchê) você me indica uma jato? Se sim, qual papel usar? Grato desde já!

    • Paulo Valle
      Author

      Luiz Henrique,
      O pessoal geralmente usa uma laser por que esses cartazes em geral ficam ao tempo, em postes, muros, etc.
      A jato de tinta imprimindo em papel comum fica com pior qualidade e em geral na primeira chuva essa tinta escorre e a luz do sol afeta a impressão.
      Mas tem solução. Existe no mercado livre um papel glossy a prova dgua… existe ele A3 também. A folha tem uma película que puxa a tinta e deixa ela a prova dagua. O custo maior da folha é compensado por uma impressão mais barata com uso do bulk. Tem uma impressora e uma multifuncional da HP que pega um bulk e que custam cerca de R$ 1000 no mercado. São as impressoras HP 7110 e 7612 que aparecem logo de cara nessa busca aí:
      http://lista.mercadolivre.com.br/impressora-a3-bulk
      As epson com bulk de fábrica são mais caras um pouco e esse bulk não tem dado problema na HP. Pode ser uma boa pedida… pegando a multifuncional pode vender copia colorida A3 na loja.
      O papel é esse aqui:
      http://lista.mercadolivre.com.br/papel-glossy-dagua-a3#D%5BA:papel-glossy-dagua-a3%5D
      http://lista.mercadolivre.com.br/papel-glossy-dagua-a4#D%5BA:papel-glossy-dagua-a4%5D
      Eu comprei esse de R$ 19,99 A4 para impressora epson, imprimi na minha epson 355, joguei a folha dentro dágua, deixei secar e a folha voltou a posição original, com cores bem próximas a que foi impressa e não perdeu uma gota de tinta e ainda ficou como que com verniz UV total aplicado. Aprovei ela.
      Presta atenção que tem folha para epson e folha para HP… tem diferenças na fórmula devido a tinta ser diferente nas duas.
      Espero que goste das soluções apresentada.
      Abraços,

  4. Milton

    Boa noite estou com uma grande dúvida, meu nicho são impressões em trabalhos 20×20, a4 e a3 para artes digitalizadas, porém o papel que me atrai para este tipo de arte é o couche 300gr. Gostaria de saber se a Epson L1800 seria um ótimo investimento para este nicho que trabalho ou tem outra impressora com um custo menor que eu poderia tentar? não viso quantidade porque cada arte irá ser única então o que procuro é qualidade de impressão.

    • Paulo Valle
      Author

      Milton,
      Couchê e impressora jato de tinta não se dão bem. Na jato de tinta deve usar papel fotografico para ter uma qualidade legal. No mercado livre vende uns papeis fotograficos a prova dagua que dão um acabamento brilhante muito similar a um verniz uv.
      O couchê pode ser rodado nas máquinas laser… e para ser um de 300 g tem que ser uma máquina mais para a linha profissional… as menores vão puxar apenas até a 180 g.
      Em termos de custo um papel fotografico a prova dagua com 240 g e uma epson do tipo da 355 podem te atender.
      Abraços,

  5. bom dia, apenas hoje conheci seu site, e confesso, já tirou diversas dúvidas, sou novo na área e estou em buscas de equipamentos corretos, atualmente tenho uma epson t1110 A3 para sublimação, uma hp 7100 A3 pigmentada com bulk, 2 plotter de recorte, e terceirizo a parte de panfletos e cartões de visita na atualcard (sem reclamações, inclusive li seu artigo sobre a empresa) agora as minhas dúvidas | 01 DÚVIDA – Comprei uma máquina de personalizar copos de acrílicos e estou precisando de uma impressora a laser para imprimir nos papeis transfer (o volume é pequeno 100 folhas/mes) e adesivos para festas infantis. O que achas da HP cp1025 (com relação a qualidade e reciclar os tonnes) 2- DÚVIDA : lendo seu artigo sobre a impressora 476dw estou pensando em comprá-la (na minha região custa 3 mil). O que sai bastante na minha cidade é talão de pedido ( 10 talões 1/4 de a4 c/ 100 folhas geralmente) e cartela de bingo 1/2 A4 toda colorida, ou seja, no máximo 5 mil folhas/mês, a pergunta é se vale a pena comprar uma hp 8600 ( 800 reais) ou optar pela 476dw mesmo. abraço grande e parabéns pelo portal.

    • Paulo Valle
      Author

      Luiz,
      Para quem está começando você já está até bem equipado… eu mesmo não tenho isso tudo.
      Respondendo as perguntas – 1 – Você não precisa de uma máquina nesse momento. Existe transfer para jato de tinta pigmentada e se trabalhar com resina nos copos pode fazer sublimação neles. O segredo consiste em preparar o copo com resina para sublimação ates de aplicar ela no copo. O resultado é melhor do que o transfer. sugiro esse curso aqui (http://hotmart.net.br/show.html?a=E3194899L) ou este especifico para resinar (http://hotmart.net.br/show.html?a=J3761351P&ap=cd08 ). Isso deve resolver o seu problema… e esses cursos são bem mais baratos do que uma máquina nova.
      Pergunta 2 – Além da 476, tem a 451 que não tem o scaner e fica mais em conta. A HP 8600 é lenta para o serviço, pois ela faz apenas 1 pagina por minuto com qualidade. Eu andei falando da canon num dos meus ultimos artigos, mas a tinta pigmentada para ela ainda está em fase de testes. Vale a pena ligar para o pessoal da MUndo Collor e ver se já disponibilizaram tinta pigmentada para a canom. Comparando elas imagine um serviço que precise imprimir uns 250 paginas A4… a HP 8600 vai levar mais de 4 horas. A canon MB5310 vai levar 31 minutos e a HP pro X vai levar 8 minutos… considerando todas com bulk, o custo é o mesmo, a diferença é no tempo de serviço. A Canon é viável enquanto tiver pouco serviço e ela custa 1/3 ou 1/4 do valor da HP Pro X (só tem o lance da tinta pigmentada que é importante).
      Acho que com as respostas acima deu para tirar a sua dúvida.
      Qualquer coisa basta me escrever.
      Abraços,

  6. Ok Paulo, muito obrigado pela atenção e resposta, apenas retomando a pergunta número 01, achei interessante a questão de não precisar da impressora a laser, porém, aqui na minha região as pessoas adoram adesivos para festas e as lembrancinhas (garrafinhas, lancheiras e etc, geralmente com recorte) os convidados guardam um bom tempo das estantes em casa, então existe uma reclamação da turma que as cores saem ( a concorrência imprime com epson l555 tinta corante) e aqui terceirizo e faço impressão a laser, com isso conquistei muita gente, como o volume também não é muito grande, pensei em usar a impressora para esse fim também. dai repito a pergunta: O que achas da HP cp1025? vale a pena ou seria melhor uma brother maior, No caso da brother, vc indicaria alguma (minha preocupação é o custo por página e a questão de recarga)

    • Paulo Valle
      Author

      Realmente,
      Usando uma etiqueta comum as cores se perdem rapidamente. Porém existe um papel e adesivo fotografico a prova dagua vendido no mercado livre que resolve esse problema. O custo é baixo e vale a pena fazer um teste.
      Para colocar a prova faça alguns adesivos desses, aplique na garrafina e deixe uma lampada acesa direto bem próximo a ela… assim você simula em dias a ação de meses. Eu não testei assim, mas eu fiz uns cartões aqui usando esse papel fotografico 240 g, joguei na água e não perdeu uma gota de tinta (joguei numa bacia mesmo na pior situação possível). Após secar o papel a impressão continuou boa e aos poucos o papel voltou a ter caracteristicas similares a anterior ao teste. Já estou com essa impressão a meses, mas não coloquei na luz para fazer o teste de luz (está guardada junto a outras amostras).
      Quanto a HP sugerida eu não gostei da escolha. Para inicio de conversa não sou fã da HP. Um outro usuário me fez uma pergunta apresentando uma máquina da Brother com pente de LED que custa quase a mesma coisa e é muito superior. Comparando elas… resolução de 2400×600 contra o 600×600 da HP. Velocidade – máquinas de 19 a 35 ppm contra esses 4 ppm da HP. O custo é quase igual… só que as da Brother venderam tudo no Natal e estão em falta no mercado… eu se fosse você aguardava voltarem as ofertas da Brother no mercado e dava uma comparada. Se você escrever no google RECARGA TONER BROTHER vai encontrar várias empresas que fazem a recarga, videos ensinando a recarregar e anuncios de toner para recarga… mais fácil do que na HP. Por ser com pente de LED o cartucho da Brother é mais simples do que o da HP… o da HP tem o tal cilindro que fica gasto e nunca é reposto na recarga, deixando as imagens meio pálidas.
      Fica aí a minha opinião.
      Abraços,

  7. Leandro

    Bom dia, me tira uma dúvida…
    Estou querendo comprar uma impressora A3 (que não seja tão cara, mas que tenha um otimo custo), uso principal é para cartaz, em papel normal e queria também usa glossy…
    Estava pensando em uma hp só estou na duvida qual melhor 7110 / 7610 / 7612, oque você acha? ou uma epson é melhor ?
    e quais mais uso posso ter com ela para uma grafica rapida?

    Grato

  8. To precisando de uma… O ideal seria colorida, laser e rápida, mas, na verdade a verba só vai permitir uma comum, a jato de tinta… Pesquisando um pouco eu posso achar uma com um bulk por um preço bom. Alguém indica?

    • Paulo Valle
      Author

      Fica com uma epson similar a 355 já com bulk ou coloca um bulk numa canon MB5310 (essa é mais rápida)… em ambos os casos fica-se abaixo de R$ 900 com boas maquinas.
      Se a verba é menor que isso coloca a verba para fazermos a opção.
      Abraços,

  9. Victor Lopes

    Cara, andei lendo bastante os artigos do blog, esse conteudo vale ouro cara, obrigado por compartilhar, vc está de parabens, aprendo até com as respostas nos comentarios. Nunca trabalhei em grafica, mas faco confecção de catalogos pra minha empresa e imprimo na minha impressora, uma konica minolta bizhub c224 (sim esse absurdo de impressora), quando ela foi comprada, não pesquisei nada, e foi comprada por um sócio e… historia longa… enfim o cara picou a mula e a impressora ficou pra mim, usei ela poucas vezes, se bobiar nao tem 10 mil copias.Agora estou fazendo tipo uns encartes semanais e estou usando muito ela e tendo que comprar o toner dela que não é nada barato,encarte esse tipo de supermercado com os produtos em promoção (sou atacadista), vc me recomenda outra impressora para essa finalidade? há como recarregar o toner dela ? estou com um investimento de até 4 mil pra comprar uma impressora e a mesma ficar por conta desse “encarte de supermercado” , vc pode me dar um conselho ? se este for impressora,nao da pra ser essa hp officejet pro series x pq ela só imprime em a4 teria que ser uma um pouquinho maior, e outra, nao ligo de nao fazer a sangria

    • Paulo Valle
      Author

      Victor,
      Primeira pergunta é onde você está? E qual o seu tempo medio para que esse produto fique pronto?
      Existem inumeras empresas que imprimem esse tipo de material para você. Por exemplo eu vendo aqui no Rio 5000 panfletos 20×28 cm 4×4 por R$ 626 no site http://www.cardquali.com.br … tenho 3000 por R$ 500 mas não está na loja ainda.
      Você deve estar com um custo de R$ 0,70 por folha frente e uns R$ 1,40 por folha frente e verso… é um custo muito superior ao de terceirizando a impressão.
      Pode comprar ainda na Atual Card, Futura Imbativel ou zap grafica… elas tem pontos de entrega que podem valer a pena para você.
      Ou seja, acho que terceirizar esse produto pode valer mais a pena do que tentar insistir numa produção própria.
      Essa máquina que você tem é uma das que indico aqui no blog… ela é boa, mas não é a indicada para fazer esses encartes.
      Outra opção é pegar uma HP pro X com bulkink para fazer isso rapido no tamanho A4. A impressão é pior do que a sua impressora atual, mas ela é muito rápida e o custo de impressão vai cair para a faixa de R$ 0,03 de tinta por face… vai ser compativel com o valor e vai te atender quanto a prazos apertados. Ela é jato de tinta mas com uma excelente qualidade.
      ficam aí as dicas.
      Abraços,

  10. Em primeiro lugar, meus parabéns pela sua iniciativa de compartilhar o conhecimento, pois está ajudando bastante várias pessoas desde amadores a até profissionais na área gráfica.
    Gostaria de saber, é claro se você puder responder dentro das possibilidades reais.
    1º Pergunta): A impressora Canon MB-5310 aceita qual a gramatura máxima (espessura) de papel? Será que aceita imprimir em papel de 180gr ou até 230grs?

    2º Pergunta): Trabalho muito com a Epson fazendo trabalhos fotográficos com papel glossy e os adesivos com mais de 5.000 impressões por mês e em termo de qualidade fotográfica a Epson é a melhor ou uma das melhores do mundo. Pergunto se a impressora Canon MB-5310 tem uma excelente qualidade para imprimir em papel fotográfico glossy com tinta pigmentada (já pesquisei e informaram que já fazem) como a Epson ou bem próximo?

    3º Pergunta): A última pergunta, contando ainda com a sua gentileza. Se a velocidade de impressão no MODO SUPER QUALIDADE ou QUALIDADE MÁXIMA FOTO da impressora MB-5310 se realmente consegue imprimir 8 ppm (páginas por minuto) ou menos neste modo máximo de impressão fotográfica? Pois, tenho 4 impressoras Epson XP-214 e XP-411 e no manual como no guia da empresa EPSON no site oficial e entre outros sites de vendas, informam que a Epson imprime 15ppm (15 páginas por minuto) no modo colorido e na verdade no modo máximo aqui ela imprime 1 página A CADA 5 minutos com cobertura de 90% no modo máximo de impressão.
    Obrigado pela sua atenção e gentileza em atender.

    • Paulo Valle
      Author

      Fabio,
      Eu não consegui descobrir as gramaturas que a MB-5310 trabalha. Os sites simplesmente não informam. A Mundo Collor trabalha direto com ela e pode ser que saibam… eles vendem um bom bulk ink para essa maquina.
      A qualidade de impressão é boa e depende da epson que compare com ela… a velocidade é maior do que a epson.
      A velocidade dela é maior. Tem um video da mundo color que dá 8 paginas por minuto no modo normal… o em qualidade maxima fica abaixo de 1 minuto. Conversa com o pessoal da Mundo Collor que citei a pouco e olha os videos no youtube feitos por eles.
      As 8 páginas que citei no artigo foram feitas observando o video de testes na web (sem manipulações dos fabricantes e com imagens reais).
      Ressalto que ainda não vi essa maquina ao vivo funcionando mas tive boas referencias dela da Mundo Collor. Eles estão substituindo as HP Pro X por essas impressoras. A HP pro X eu testei aqui no blog e é realmente muito boa e faz de fato as 30 paginas por minuto que falam. A Pro X no modo normal é superior as epson em modo fotografico.
      Abraços,

        • Paulo Valle
          Author

          Léo,
          Acabei de instalar a minha com tinta pigmentada… a impressão é show. Descobri que o papel da HP é o mesmo preço dos papeis comuns e fica maravilhoso com ela.
          Abraços,

          • O papel da Hp é o mesmo Chamex só muda a embalagem são todos fabricados pela International Paper, alias é o melhor papel que existe no mercado, pois é o que absorve menas umidade do ar.

            • Paulo Valle
              Author

              Robson,
              O papel é feito pelo mesmo fabricante, mas é diferente.
              Eu imprimi nos dois aqui, tanto 75 g como 90 g e o da HP é praticamente um papel fotografico fosco… existe algum tratamento superficial neles.
              Eu testei diversas marcas e gramaturas de papel e continuo testando.
              Mas até o momento esse da HP foi o melhor resultado.
              Abraços,

      • Ela imprime muito bem até 240grs sulfite, imprime também o 300grs triplex o problema deste papel é que a impressão fica ruim e não seca na hora, além do papel triplex ter dois lado um com brilho e outro com semi-brilho o que dificulta a impressora a puxar o papel no lado que tem o maior brilho, mas se existisse o papel 300grs sulfite ela puxaria tranquilamente.

        • Paulo Valle
          Author

          Confirmo a sua informação robson,
          Puxei tanto papeis finos nela (56 g) até papeis com mais de 250 g. O papel com cobertura tende a borrar um pouco. O papel fosco responde muito bem.
          Abraços,

    • Fabio Cardoso

      Olá Fabio, trabalho com gráfica rápida é 5 anos, neste período ja trabalhei com quase todas as impressoras adaptadas com bulk ink disponíveis no mercado, hoje tenho duas Epson 1300, uma Epson T1110, duas HP 7110, uma Epson wp4092, Duas Epson xp214, uma (citada) Canon MB5310, e uma Pro X 476 entre outras laser color e P/B, acho que posso lhe dar uma dica até por força da convivência com elas, a impressora da canon é cheia de recursos que só são encontrados em impressoras mais caras, tipo escanear os dois lados da pagina de uma só vez, mas na prática acho que ela está longe de competir com a Epson, principalmente as da linha ”L”, mesmo sendo mais lenta, se vc trabalha com impressão em papel foto no tamanho A4, dependendo do valor que vc cobre na folha, compensa até vc usar a tinta original, que aqui na minha loja no interior do Piauí, e vendida por R$55,00, no caso de comparar a MB5310 com a HP pro X 476, acho que o único fator que a Canon leva vantagem é no preço, no mais chega a ser piada esse comparativo. Voltando a falar da Epson algum problema que venha a aparecer tem muitos vídeos no you tube que podem auxiliar já a canon pouca coisa se acha sobre ela na internet, espero ter ajudado.

      • Paulo Valle
        Author

        Fabio,
        Obrigado pela sua opinião.
        No texto que falamos a abordagem foi para impressoras de produção e não para impressoras de prova… as epson com 6 cores ou mais vão ser superiores em qualidade… mas o foco é atender tiragens maiores.
        Eu com certeza teria comprado a HP pro X se tivesse dinheiro… a opção pela canon foi em termos de custo mesmo, mas ela atende muito bem… tenho feito talões, apostilas e outras coisas nela e o desempenho é muito bom… e quem sabe com a grana ganha eu possa migrar para a HP pro X.
        Já as epson eu vejo mais no nicho de provas digitais e na área de sublimação… caso eles conseguissem fazer ela rodar mais rápido poderiam entrar no campo da produção… mas a epson ainda está longe disso.
        O mais importante é a pessoa saber o que pretende fazer com a maquina… se vai vender uma impressão a R$ 2 ou mais ou se vai atacar apostilas que são vendidas na faixa dos poucos centavos… daí a velocidade da maquina interfere muito.
        Um grande abraço,

  11. Jairo Nascimento

    Paulo, primeiro Parabéns e obrigado pelas dicas. Vamos lá, estou em dúvida entre uma EPSON L1300/L1800 X HP 7612 com bulk (questão do scanner não faz diferença pra mim).

    Trabalho como designer gráfico e tbm faço personalizados para festa, já tenho uma epson tamanho a4. A diferença de preço entre a EPSON e a HP é de quase o dobro, não sei se é verdade mas me disseram que a 7612 estava saindo/saiu de linha, diante disse:

    1- Gostaria de saber se essa diferença de preço se justifica na qualidade da impressão em papel fotográfico em ambas as impressoras?

    2- se você já fez algum teste de velocidade com ambas as impressoras em qualidade fotográfica em folha tamanho a3 impressa total e qual a gramatura máxima?

    3. Custo benefício dessas impressoras e se você indicaria a hp7612 para imprimir personalizados?

    Desde já agradeço a sua atenção.

    Att. Jairo

    • Paulo Valle
      Author

      Jairo,
      Não testei essas impressoras.
      As epson são mais caras por permitir uso de tintas corante, pigmentada ou sublimatica…isso fez o preço delas subirem por serem usadas na sublimação. Vale ressaltar que só pode usar um tinta… não da para ficar trocando. se colocar tinta sublimatica só fará sublimação.
      A HP está muito em conta e costuma ser até um pouco mais rapida do que a epson. Ela trabalha com tinta corante e as vezes algumas pegam a pigmentada (mas entopem facil).
      Para uso geral eu ficaria com a HP com uso de papel fotografico a prova dagua (que resolve o problema da tinta corante de borrar).
      A qualidade de impressão delas é muito similar… já a muito tempo a impressão delas passou do limite dos nossos olhos… uma impressão de 1200 dpi e 2400 dpi é visualmente igual (nosso olho percebe pouco mais de 300 dpi) e a tecnologia usada é diferente… a epson tem maior resolução mas as gotas de tinta são sempre do mesmo tamanho e a hp num ponto de impressão pode variar o tamanho da gota… na pratica ficam quase iguais as duas impressoras.
      Eu tenho nos meus planos a HP para uso geral e a epson para impressão sublimatica.
      Abraços,

    • Fabio Cardoso

      Boa tarde Jairo, o que você deve levar em consideração é o seguinte ponto.

      Velocidade de impressão vai de HP, recomendo a 7110.

      Qualidade de impressão, vai de Epson, recomendo a L1300

      Lembrando que para papel fotográfico não a tinta mais indicada é a corante, pois a pigmenta não fixa bem a tinta em alguns papeis.

      existem vários papeis foto aprova d’agua, onde dispensa o uso de tinta pigmentada, no mais é só vc saber as limitações da maquina (no caso, velocidade) a dar prazos aos seus clientes que você posso cumprir, no mais sucesso no seu trabalho.

      • Paulo Valle
        Author

        Fabio,
        Mais uma vez obrigado por ajudar aqui na resposta.
        Complemento aqui citando a 7612, que é basicamente a hp 7110 com o scaner custando um pouquinho mais, mas abrindo a possibilidade de trabalhar com xerox colorida no ponto.
        A tinta corante com papel a prova dagua resolve, porém prefiro a tinta pigmentada que trabalha com varios papeis e existe papel fotografico para ela… tem uma outra tinta que começou a ser oferecida que é uma tinta pigmentada que trabalha com o couchê (não é a latex… é outra) que também esta se tornando uma boa opção… ainda não testei ela mas tenho leitores falando bem dela e em breve devo testar aqui.
        No mais sua resposta está completissima… as duas indicações são muito boas.
        Abraços,

  12. Carol

    Olá, Paulo! Não tenho a vivência de alguém que trabalha numa gráfica, mas acompanho o seu blog há algum tempo e já aprendi diversas coisas que me ajudaram e muito no meu trabalho. Eu sempre terceirizei a impressão das artes em gráficas rápidas, mas há quase 1 ano decidi comprar uma impressora para atender uma demanda pequena de trabalhos menores como artes para festas e outras impressões com boa qualidade em papel glossy A4 resistente a água. Na época eu escolhi a L800 da Epson, que vem com um reservatório de tinta embutido, imprime em 6 cores e também imprime em cd, que, para mim, acabou sendo um extra interessante que eu poderia oferecer aos clientes.

    No fim, acabei ficando com problemas para calcular o custo de impressão, pois ganho na qualidade e perco na quantidade de tinta que uso (afinal, são 6 cores). Às vezes cobro o valor da impressão por folha (quando é o caso de imprimir fotos) e penso se o custo da impressora em si + a manutenção + as tintas valem a pena nesse tipo de venda. Gostaria de saber se optar por comprar uma tinta alternativa de 1l seria ruim no meu caso, se isso afetaria muito a qualidade ou comprometeria a impressora de alguma forma e o que eu deveria saber na hora de comprar essa tinta. Gostaria de saber também se fiz uma escolha acertada optando pela Epson L800 e não por uma impressora com 4 cores ou mesmo uma a laser.

    Desde já, agradeço muito por tudo. Abraço!

    • Paulo Valle
      Author

      Carol,
      O que posso falar é que o seu custo de tinta é baixo e com a tinta alternativa será mais baixo ainda. O meu na epson girava em torno de R$ 0,03 com tinta alternativa e uns R$ 0,10 com a original.
      O uso de tinta alternativa pode gerar alguns problemas. O primeiro é a qualidade, que varia muito com os diversos distribuidores. Tem gente com tinta ruim e tem gente com tinta superior a da própria epson… é questão de arriscar mesmo. Se possível antes de comprar a tinta segue a pessoa nos canais do youtube e blogs e verifica se ele dá muita dica e ensina bastante coisa. Pessoas com boa reputação on line costumam ser mais confiáveis.
      Além da qualidade da tinta você deve ter problema com o tom das cores. Cada tinta precisa de um perfil de cores especifico. Os bons fabricantes fornecem esses perfis… os maus nem sabem o que é isso pois se focam em escritórios comuns (impressão de escritório).
      Tem que se atentar também para o tipo de tinta. A original é tinta corante. A tinta corante sai com a água (borra). A tinta pigmentada é mais vibrante e forte. Pega em maior numero de materiais. Passar de uma para outra dá um pouco de trabalho, pois deve-se vazar o grosso da tinta antiga e depois rodar bastante com a nova até não sobrar nada da antiga. Dá para fazer isso limpando os tanques de tinta e aplicando a nova e comendo bastante papel para limpar ela.
      A tinta pigmentada terá uma tendencia maior para entupimento por isso tem que imprimir bastante com ela para que não seque na cabeça. A corante aguenta mais tempo, mas também não deve ficar parada… a da minha epson entupiu por falta de uso e acabei perdendo a cabeça.
      Você vai ter um pouco de dificuldade para achar a tinta substituta para sua máquina pór ser de 6 cores… mas tem gente boa no mercado com essas tintas.
      Fuça o youtube que você encontra e pergunta bastante coisa para os caras antes de comprar… em termos de custo vai valer bastante a pena.
      Abraços,

  13. Antonio Francisco

    Primeiramente, parabéns pelo esforço em compartilhar o seu conhecimento. A partir deste post comecei a pesquisar a impressora MB-5310. Gostaria de esclarecer uma dúvida: alguns vendedores de bulks e tinta pigmentada dizem do risco de misturar tintas pigmentadas de fabricantes diferente:
    1) Entendo que realmente não se deve fazer uma ‘salada de fabricantes de tinta’. Até isso é verdade ou mito?
    2) Se começar a usar a original e depois optar por fazer um bulk, isso comprometeria a impressora? E mesmo inicializando com um bulk e tinta de determinado fabricante, havendo uma emergência e usasse outra? O risco é considerado grande?

    Obrigado!

    • Paulo Valle
      Author

      Antonio,
      Eu indico nem usar os cartuchos originais… ir direto para o bulk com a tinta do fabricante do bulk.
      Já ouvi esse mesmo mito… realmente os componentes podem se misturar e provocar uma flocação dos pigmentos… é um lance de quimica e Ph da tinta…é bom não arriscar… mas é algo que é contornavel com algum esforço… mas para que se esforçar sem necessidade, não é?
      Procure não misturar as tintas… isso favorece o entupimento… já vi acontecer com a epson e tintas não genuinas… a limpeza em geral resolve mas as vezes dá um trabalhão.
      Abraços,

  14. Eleandro Freire

    Primeiramente paragens pelo trabalho, gostaria de saber qual a impressora ideal para papel couché tamanho a3, vi alguns posts dizendo que o o ideal é uma impressora a laser mais não achei nada de concreto ainda sobre o assunto. Obrigado !

    • Paulo Valle
      Author

      Eleandro,
      As impressoras jato de tinta em geral não conseguem imprimir em couchê e nos casos que conseguem levam vários minutos para fazer apenas uma folha.
      As laser em geral conseguem imprimir bem (algumas tem problema de aderencia do toner em áreas muito chapadas).
      No seu caso só serve laser ou o mais indicado uma impressora offset.
      Minha pergunta é a seguinte… por que precisa do couchê? Usar uma laser para fazer cartões ou panfletos para disputar preço com as gráficas on line é perda de tempo e dinheiro… o custo da impressão offset é infinitamente menor.
      A única vantagem da laser é tiragens bem pequenas e para isso um papel fotografico em jato de tinta talvez de até melhores resultados por uma fração do valor.
      É bom ter em mente exatamente a sua necessidade.
      Falo isso por que o que mais aparece aqui no blog são pessoas achando que com uma laser de R$ 2 mil vai fazer o mesmo serviço e com mais qualidade do que uma offset de R$ 1 milhão. Não dá nem para comprarar.
      Escreve melhor o seu objetivo para eu poder te dar exatamente a melhor orientação.
      Abraços,

    • Paulo Valle
      Author

      Flavio,
      Esse termo risografia não é muito certo. Essas maquinas são conhecidas como duplicadores digitais e existem em diversas marcas tais como a Riso (que criou o termo), a Gestetner, Duplo, Ricoh e outras mais.
      O processo se baseia no silk screen… só que digital e voltado para papel.
      Você envia um arquivo pela interface ou utiliza o scaner da máquina que vai gravar um master, que é um papel recoberto com um tipo de plastico bem fino. Onde pega o calor da gravação fica sem o plastico e no resto do material fica plastificado. Após gravar (durante para ser mais exato)… ele é fixado ao tambor (que tem uma tela bem fina similar a tela do silk, só que cilindrica) e é cortado. Daí pode passar a impressão para o papel similar ao silk, só que totalmente automatico.
      Os tambores podem ser trocados, tendo varias cores e pode-se voltar com o papel e reimprimir outra cor sobre ele.
      O custo de impressão é dado pelo valor do master, que gira em torno de uns R$ 3 (não sei atual) e pelo valor medio da tinta que dá umas 10 paginas por centavo… assim 10 paginas custam cerca de R$ 3,10 e 100 paginas R$ 4 e 1000 paginas R$ 13 (mais papel tá ok)… é o menor custo do mercado e a xerografia apanha para conseguir acompanhar.
      A qualidade é ligeiramente inferior as copias melhores e superior as copias com o cilindro muito gasto.
      Eu já tive uma maquina Riso ofício de 300 dpi com 4 ou 5 tambores… eu fazia uma cromias nela mas ela não bate registro… de 1000 folhas 300 eram totalmente perdidas e uma 700 ficavam com qualidade ruim, mas se via as composições.
      Para atender o mercado de panfletos monocromáticos rápidos ela é uma mão na roda… eu fazia direto panfletos para a vizinhança da gráfica e eles saiam na hora. Você faz umas 7 mil impressões por hora sem forçar a máquina… ela vai até 9 mil por hora… é tanta coisa que é até dificil conseguir serviço para ocupar ela… meus saiam para almoçar e quando voltavam tinham trabalhos para cortar e montar a tarde toda… na hora do almoço eu imprimia umas 7 mil folhas fácil e sem extresse nenhum.
      Os defeitos são raros e depois de um tempo você fica conhecendo todas as manhas dela… se o operador for atento não dá defeito nunca… por isso eu que fazia a impressão nela e nunca travava ela.
      Se tiver público para esse tipo de serviço pode ir em frente que vale a pena.
      Abraços,

  15. Olá Paulo, tenho uma revista mensal com tiragem de 1.000 exemplares, com 28 páginas, no formato 20,5×27,5cm. Geralmente uso metade das páginas com impressão chapada e as demais com cerca de 40% de cobertura, sendo esta quase 80% para texto em preto. Atualmente a impressão é terceirizada. Gostaria de ter mais autonomia, tanto no tempo que a gráfica leva para entregar o impresso, quanto na quantidade de exemplares. Pesquisei na internet e no momento não consegui me decidir por uma impressora que faça este serviço, com baixo custo de impressão. Poderia dar uma dica de qual impressora à laser, ira atender minha necessidade. Se possível informar o custo de impressão de acordo com os dados citados acima.

    • Paulo Valle
      Author

      Everaldo,
      Maquinas baratas não vão te dar uma boa qualidade e baixar custo… pelo contrario, vai ficar bem caro.
      Não sei quanto você está pagando, mas fazer a impressão nessas gráficas do tipo da AtualCard é a melhor opção.
      Uma offset de 4 cores usada não sai por menos de R$ 100 mil e vai precisar também de gravadoras de chapa, fotolitos, guilhotina e pessoal especializado. Para um unico serviço mensal vai sair caro. Talvez ter uma guilhotina boa, um operador para ela que corte e feche as revistas e terceirizar a impressão seja a melhor opção.
      Pelos numeros que eu tenho… uma impressora laser ricoh aficio vai imprimir cada folha 4×4 por R$ 1,40 aproximado… ou seja, R$ 1400 por 1000 folhas A3 4×4… esse serviço na atual em couchê 115 g fica R$ 652 (menos da metade do valor)… essa sua revista de 28 paginas custa lá R$ 4396 para rodar… não sei quanto você está pagando, mas na ricoh sairia por quase 10 mil.
      Verifica se o que falei acima ajuda… sen~~ao pode contatar por email que eu vou te orientando.
      Abraços,

  16. Thiago Nogueira

    Boa tarde…. Muito bom seu blog, parabens pelo empenho em ajudar (nao sao muitos q se dedicam a ajudar o proximo)
    Minha duvida é, ja trabalho com sublinação (epson L355 com sublimatica) agora estou querendo entrar no ramo do transfer e minha duvida é se é melhor optar pela epson L355 com pigmentada ou a laser da brother HL 3140??) Qual da mais manutencao ou menos?? Vi um cara vendendo essa brother mais barato por ser de expositor, mas ele garante q só ficou exposto e no maximo q imprimiu foi 10 copias.. Muito obrigado

    • Paulo Valle
      Author

      Tiago,
      No caso de transfer, a impressão laser é melhor do que a impressão jato de tinta. Eu ficaria com a Brother.
      Em termos de custo a jato de tinta com bulk leva vantagem. Mas em termos de velocidade e qualidade a laser ganha pontos.
      Você não deve ter grandes problemas com nenhum deles.
      Abraços,

  17. Paulo Henrique

    Oi bom dia. Você poderia me ajudar? Estou interessado em comprar a impressora epson L1300 e nas especificações do manual fala que ela só aceita de 75 a 90 gr os papéis. Tenho uma copiadora e de vez em quando uso papéis de 180 gr. A minha pergunta é. Será que com essa impressora L1300 consigo imprimir no papel de 180 gr? Obrigado.

    • Paulo Valle
      Author

      Todas as impressoras epson estão com essa especificação.
      Eles estão com medo de prometer papeis mais grossos e não passarem por problemas no sentido da fibra… por isso radicalizaram e colocaram essa informação em todas as maquinas.
      Eu uso papel fotografico 240 g na minha Epson L355 sem problema algum. Papeis mal cortados prendem com facilidade… daí o medo deles. Esse 180 g comprado em papelaria também passa fácil.
      Abraços,

  18. Karla

    Boa noite Paulo. Pretendo trabalhar com personalizados e convites. A princípio pretendo investir em uma ploter de recorte – uma silhouette – e uma jato de tinta. Estou sondando uma Epson L365 ou uma L800. O que me diz dessas máquinas? Consigo imprimir gramaturas mais altas nelas? O fato de ser 4 ou 6 cores tem um impacto relevante? Para começar estaria fazendo um bom investimento? Obrigada pelas dicas e pelo ótimo trabalho! Abs

    • Paulo Valle
      Author

      Carla,
      Eu indico usar uma Canon MB5310 com bulk ink e tinta pigmentada… eu mesmo comprei uma a pouco tempo. Vai custar menos do que a epson, é mais rápida e mais resistente.
      Mesmo usando só 4 tintas já atinge cores muito boas.
      Abraços,

  19. Luciana

    Bom dia. Quero comprar uma impressora Multifuncional com WiFi, (Wifi é melhor?) (Laser ou jato de tinta Colorido?) Me indicaram a HP. É para ser usada em casa. É para pouca impressão, mas quero comprar uma boa para que se no Futuro precisar…..!!! De algum recurso! Eu já tenho. Rs Ex. Imprimir foto e convites. Estou lendo muitos artigos sobre o assunto. E são opiniões diversas, desvantagens e vantagens. E fico cada vez na dúvida.
    Aguardo retorno.
    (Luciana)

    • Paulo Valle
      Author

      Luciana,

      Eu já usei a epson 355 e agora estou com Canon MB 5310… ambas jato de tinta e com wi fi.

      O wifi só é bom quando você usa notebooks para fazer a impressão. Se o micro é fixo e a impressora é do lado dele, pode-se usar uma com cabo.
      O wifi não interfere em qualidade… é apenas um conforto, pois você pode trabalhar deitada na sua cama e mandar as folhas serem impressas em outro cômodo da casa.

      A sua busca deve ser mais pela qualidade da impressão e custo por página.
      Uma impressora jato de tinta com bulk ink vai te dar um custo de uns R$ 0,03 por pagina, mais o papel. A de cartucho normal vai custar uns R$ 1 por impressão.
      As laser vão te dar cerca de R$ 1 a folha impressa e uns R$ 0,60 com toners reciclados.
      A laser trabalha com papel couchê… mas a jato de tinta aceita papeis fotográficos que rivalizam com ele (são até melhores).

      A minha canon precisou que eu colocasse os bulkink externos. A linha canon tem impressoras com bulk-ink de fabrica e as tintas podem ser compradas com tubinhos originas… se bem que as tintas alternativas são infinitamente mais baratas. Eu compro um jogo com 4 tintas com 500 ml pelo preço do jogo de 50 ml da epson. 10 x menos ou ainda maior a diferença.

      As hp com cartucho removível são mais baratas, mas gastasse muito com os cartuchos… se quiser uma HP muito boa pega essa A3 aqui que aceita bulkink…
      http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-744688652-multifuncional-hp-officejet-7612-eallinone-impressora-_JM
      Você consegue comprar a impressora, bulk e tinta separados por menos de R$ 1 mil no próprio ML (tinta R$ 100, bulk R$ 70 e impressora R$ 860 – http://www.buscape.com.br/multifuncional-hp-officejet-pro-7612-jato-de-tinta)
      E terá wifi e tamanho A3… só é um pouco mais lenta do que a canon que falei, mas tão rápida quanto as epson a4.

      Não indico laser para você.

      Tem impressoras mais lentas e baratas… a partir de R$ 200… mas a médio prazo saem bem mais caras do que essas que falei.

      Abraços,

  20. Rosi

    Ola preciso da indicação de uma boa impressora para etiqueta monocromaticas qual a melhor jato de tinta ou laser? na jato de tinta ja tive o problema de entupir e fiar tudo preso um horror então pensei na laser
    qual modelo recomenda ? teria menos problema?

    • Paulo Valle
      Author

      Rosi,

      Todas elas servem… creio que o que houve é que ao invés de usar etiqueta própria para impressora (com o papel entre as etiquetas) usou etiqueta comum sem papel entre as etiquetas.
      Se não tiver o papel a rolagem da maquina tira as etiquetas e faz uma lambança… qualquer que seja a maquina ou tecnologia.

      Usa apenas aquelas etiquetas próprias para impressão em impressora comum (toda com papel na superfície).

  21. Sheyla

    olá, sou professora em uma escola de educação infantil, estamos querendo comprar uma impressora que imprima muitas copias, qual você recomendaria tendo em vista que o nosso fluxo de copias e grande.

    • Paulo Valle
      Author

      Sheyla,
      São coloridas ou preto e branco? Precisa ser A3 ou A4?
      Eu uso aqui uma multifuncional canon MB5310 com um bulk-ink que eu mesmo instalei. Ela tem tamanho A4 e é colorida. Custo de impressão perto dos R$ 0,03 colorido… preto abaixo de R$ 0,01 (isso de tinta tá ok?). Ela faz 8 copias por minuto do mesmo original e tem como fazer copias frente e verso puxando automaticamente de um scaner de folhas soltas.
      Eu indicaria ela para um pequeno colégio e pediria ajuda a um profissional qualquer para instalar o bulk-ink… eu instalei o meu em menos de 30 minutos, mas eu tenho um pouco de pratica e olhei bastantes vídeos na web.
      Caso não tenha experiencia precisará ver uma maquina já pronta para uso e com custo maior de impressão… A Ricoh PB é uma boa maquina A3 e custa em torno de uns R$ 2,5 mil.
      Abraços,

      • Sheyla

        Paulo, preto e branco tamanho A4 utilizamos por volta de 900 copias por dia, esse modelo que vc indicou se encaixa nessa demanda, obrigada.

        • Paulo Valle
          Author

          Sheyla,
          Ela faz 8 paginas por minuto quando está copiando. Essas 900 copias dão menos de 2 horas de trabalho para ela.
          Se o original estiver em folhas soltas, você coloca no scaner superior dela e ela automaticamente puxa as folhas scaneando frente e verso e imprimindo frente e verso ou conforme você programe ela (1 por folha se quiser)… o scaner é mais rápido do que a impressora… deve ter uma velocidade de uns 12 paginas frente e verso por minuto e ele guarda na memória em caso de varias copias iguais economizando tempo.
          Eu indico ela mesmo… muito boa a impressora.
          Para esse volume indico colocar o bulkink logo que comprar, já instando ela direto com o bulkink (sem usar os cartuchos originais). O bulk + tinta fica uns R$ 170 no mercado livre. Precisa de um tecnico para fazer essa instalação ou muita atenção nos vídeos que aparecem no youtube ensinado… o meu eu instalei em menos de 15 minutos.
          Abraços,

  22. alex

    ola Paulo gostei muito deste tira duvidas, está de parabéns. Eu tenho uma gráfica rápida na qual eu trabalho com impressão de provas coloridas para colégios, atualmente eu uso 10 hps 8100, com bulk ink e a manutenção delas com cabeças, etc é toda minha. Estava pensando em adquirir uma laser color e gostaria da sua opinião, pois as vezes falta velocidade nas impressões. Na sua opinião Seria melhor eu continuar com as jatos de tintas ou tentar partir pra laser color? O custo ficaria muito diferente em relação a paginas impressas e manutenção? Desde já agradeço.

    • Paulo Valle
      Author

      Alex,
      Eu apostaria na impressão jato de tinta.
      O custo de impressão de uma laser, mesmo enchendo você mesmo os cartuchos, vai ficar acima dos R$ 0,40. O seu custo atual com jato de tinta e Bulk gira em torno de R$ 0,03 (estamos falando da tinta apenas). A hp 8100 não é das mais rápidas, mas uma Canon MB 5310 atinge umas 8 paginas fazendo cópia, com excelente qualidade… mandando direto cai um pouco devido a comunicação micro/impressora. As HP pro X, embora caras atualmente, conseguem imprimir mais de 30 paginas por minuto e tem bulk-ink para elas. Usando tinta pigmentada a impressão fica a prova de agua e de manchas. A única deficiencia em relação a laser seria não pegar papel couchê, o que não é o seu caso.
      Minha sugestão é pegar uma canon dessas que falei e fazer um teste… vai custar menos de R$ 900 tudo (impressora + bulk)… para sua referencia fiz copias a 8 paginas por minuto e fiz talões numerados nela a 5 ou 6 paginas por minuto e apostilas muito cheio de fotos e de grande tamanho a umas 2 paginas por minuto. A HP pró X se tornou tão vantajosa que o valor dela passou em menos de 1 ano de R$ 900 para cerca de R$ 4 mil… trazendo lá de fora consegue-se mais em conta… 1 sozinha é capaz de substituir todas as suas máquinas em funcionamento juntas.
      Quanto a manutenção, entra no youtube e procura o canal da Mundo Collor que eles tem vídeos com todos os tipos de problemas que pode enfrentar.
      Boas compras.
      Abraços,

  23. Denise Cavalcantte

    Boa noite. Procurei muito por informações como as suas, seu blog é maravilhoso. Nunca trabalhei em gráfica, estou entrando nesse mundo agora – gostaria de saber se a HP 5550 é uma boa opção para gráfica rápida, vou imprimir folders A3, pastas, cartões de vistas – meus cliente gostam de couché com gramatura em em média 250 à 300. Poderia indicar alguma outra ? referente ao custo Vale apena?

    • Paulo Valle
      Author

      Denise,

      Não sei qual o custo dessa laser da HP… você mesma pode calcular… as contas da HP são feitas para 5% de cobertura… a grafica usa mais de 25%.
      A minha intuição me diz que o custo deve ser alto… eu tenho nas Ricoh aficio e Konika-Minolta um custo de uns R$ 0,60 a 0,80 por folha A3 (a impressão sem papel)… nessa eu chuto algo em torno de R$ 2 a R$ 3… mas não fiz calculo… estou tomando as metricas das HP de menor porte com o preço normal da HP. Pega o valor dos cartuchos e divide pelo numero de paginas que eles dizem que fazem… depois soma os 4 cartuchos e multiplica por 5 o resultado… tem que incluir também o valor dos cilindros, fusor, revelador, etc… que a HP não deixa claro e esconde nas contas dela como se fosse um conserto e não um consumível… esses são consumíveis normais da impressora laser e na minha conta da ricoh eu coloquei eles (o valor só está desatualizado pois ja tem 2 anos que eu fiz).
      Minha dica… sempre que possível terceirize a impressão nos distribuidores como a atualcard (entra na minha loja http://www.novaprint.atualcard.com.br) e verifica os preços das tiragens menores.
      Só faça na sua máquina nos serviços urgentes, cobrando mais caro por eles (passe para o cliente valor X para 6 dias e valor YmaisCaro para fazer na hora).
      Fazendo assim nem precisa trocar de máquina, basta ter na ponta da lingua os custos.
      Se tiver dificuldade me passa o valor dos insumos e dados de impressão que eles dão e eu faço as contas para você.
      Abraços,

  24. Marizete

    Bom dia. Quero comprar uma multifuncional para uma pequena empresa,onde vou tirar poucas notas fiscais e escanear alguns poucos papéis…qual você me indicaria em custo beneficio…nao tenho conhecimento nenhum….obrigada

    • Paulo Valle
      Author

      Eu tenho indicado o uso de uma Canon MB5310… de preferencia usando um bulk-ink.
      Usando os cartuchos originais voc~e terá um custo de uns R$ 0,20 por pagina… investindo uns R$ 170 no Bulk-ink e em tinta, você terá tinta para mais de 1 ano uso e um custo abaixo de R$ 0,03 de tinta por página… a máquina custa uns R$ 750 no mercado.
      A impressão é excelente. É rapida, atinginda umas 8 paginas por minuto em copia… tem opção de frente e verso e se usar as folhas soltas no scaner superior ela vai imprimir frente e verso sozinha scaneando automaticamente frente e verso.
      É muito boa! Eu tenho uma dessas aqui.
      Abraços,

  25. Elora Raad Fernandes

    Olá, Paulo! Bom dia

    Primeiramente, muito obrigada pelas dicas!

    Gostaria de saber entre uma impressora a laser e uma com a tecnologia de tanque de tinta da epson, estando as duas com preço parecido, qual seria melhor. Sou estudante e imprimo muitos textos no xerox, de forma que queria passar a utilizar a impressora de casa. A maioria das minhas impressões são em preto e branco.

    Depois de responder a qual tecnologia é melhor, gostaria de saber qual tem sido a opção de melhor custo beneficio em 2016.

    muito obrigada!

    • Paulo Valle
      Author

      A impressão jato de tinta com bulk terá um menor custo por pagina.
      Já em termos de velocidade a laser leva vantagem.
      Eu uso uma Canon MB 5310 com bulk ink instalado por mim… o custo de impressão colorida fica abaixo dos R$ 0,03 de tinta… uma laser ficaria acima de R$ 0,40 a folha.
      tem umas jato de tinta da epson com bulk de fabrica, mas ela é mais lenta do que a Canon e é mais cara.
      Dá uma olhada nos vídeos sobre intalação de bulk na canon e vê se acha fácil ou difícil. Eu fiz sem perder a garantia da maquina.
      Abraços,

  26. Maria Fernanda E. Pereira

    Oi Paulo, boa tarde!
    Li aqui um pouco sobre o assunto!! Parabéns pela disposição em ajudar nós pobres mortais sem conhecimento na área rsrs
    Quero uma impressora para me ajudar nos estudos com os concursos. Preciso basicamente para impressão mesmo. Um amigo tem a Samsung CSX 3200 multifuncional. Sabe me dizer se é boa? Qual você me indica? To perdidinha!!! rs
    Obrigada

    • Paulo Valle
      Author

      Maria,
      Eu gostei muito da Canon MB 5310… mesmo sem bulk ela tem uma ótima relação custo beneficio.
      Ela tem um scaner muito bom que pode te ajudar e faz impressão frente e verso automatico o que ajuda também.
      Fica a minha indicação.
      Abraços,

    • Paulo Valle
      Author

      O custo benefício é igual para todos pois o seu custo será o bulk e a tinta que custa basicamente a mesma coisa (pequena variação no bulk).
      Veja mais a questão de velocidade da maquina para sua aplicação… eu estou indicando a canon MB 5310 para quem tem menos de R$ 1 mil para gastar.
      Abraços,

  27. FERNANDA SOUZA TEIXEIRA

    Boa noite,

    Estou precisando comprar uma impressora para meu escritório… É um escritório de arquitetura, que está inciando, mas já queríamos comprar uma impressora razoavelmente boa, para continuarmos usando por muito tempo… A impressora que nos atende no momento é A4 preta e branca me atende no momento, mas gostaria de saber qual comprar… Eu estava olhando a HP Lasejet Pro P1102W, porque já trabalhei muito com ela em um antigo escritório, mas não sei sobre consumo de venda e/ou recarga dos cartuchos… Fico no aguardo, e desde já agradeço.

  28. FERNANDA SOUZA TEIXEIRA

    Paulo,

    Sou eu de novo… Continuei lendo suas mensagens, e vi em alguma resposta que você deu, que você tem essa impressora: Canon MB 5310, dei uma pesquisada nela e vi que o preço é melhor e oferece mais coisas do que a eu que falei primeiro (HP Lasejet Pro P1102W)… Bom, agora eu quero saber a respeito do cartucho, e confesso não ter entendido sobre o bulk e etc que vc falou… Estou precisando urgente de uma impressora, mas não quero cair na de pagar muito caro nos cartuchos!! Muito obrigada!! e fico no aguardo…

    • Paulo Valle
      Author

      Fernanda,
      O bulk é um reservatorio de tinta que leva a tinta diretamente para o cartucho.
      Reque um certo trabalho na instalação o que vai depender do seu jeito de trabalhar… eu fiz o meu em 20 minutos apenas olhando videos no youtube.
      A diferença será no custo… vai deixar de gastar R$ 0,60 por folha colorida e passar a pagar R$ 0,03… é uma excelente economia.
      Abraços,

      • FERNANDA SOUZA TEIXEIRA

        Paulo,
        Agradeço muito suas respostas por aqui e por e-mail!!
        Me ajuda mais nessa questão, a impressora ainda vale a pena caso eu não instale o bulk?
        E seja sincero (rsrs), eu tenho chances de perder a garantia da máquina com essa intalação do bulk?
        E eu corro risco de estragar a máquina instalando ele?
        Mais uma vez agradeço.
        Abraço,

        • Paulo Valle
          Author

          Fernanda,
          Acho que agora você não consegue mais a impressora… ela começou a disparar o preço e praticamente ninguém mais tem ela.
          Do jeito que eu instalei não perco a garantia pois basta colocar os cartuchos originais e ela está como nova.
          Mas tem gente por aí que faz alterações na maquina… seguindo o passo a passo que te passei por email não terá problema.
          Usando o cartucho original ela fica menos vantajosa. Mas ainda é uma boa maquina… tanto que vem sumindo do mercado devido a demanda.
          Abraços,

  29. welington

    Olá Paulo, parabéns pelo site/blog, é muito legal ter um local para aprendermos!

    Queria uma dica sua se possível.
    Eu trabalho com uma gráfica rápida, tenho uma impressora HP jato de tinta com tinta pigmentada e uma ESPON com tinta corante. Elas tem excelente custo/benefício por página impressa. Meu problema é quando preciso de impressões com maior qualidade! Ao imprimir fotos uso o papel glossy (fotográfico) mas ele tem um grande problema que é a perda de qualidade com o passar do tempo (fotos amarelam). Pensei em comprar alguma impressora a LASER para imprimir no couchê, pois acredito que ele não amarela com o passar do tempo. Queria saber de algum modelo a LASER que tem um custo bom por impressão e que tenha uma qualidade boa (comparado pelo menor com o papel fotográfico da jato de tinta).

    • Paulo Valle
      Author

      Welligton,
      Antes de mais nada esse troço de amarelar o papel não acontece com todos os papeis fotográficos… aparentemente acontece mais é com o papel nacional.
      Eu fiz umas lembrancinhas de minhas netas metade em papel nacional e metade num importado que comprei no mercado livre… o nacional mal dá para ver ela e o importado (a prova dagua) está com a imagem quase igual a do dia que imprimi. Por isso um pouco mais de testes pode mudar a sua opinião sobre o papel. Para testar se o papel amarela coloca uma lampada forte e deixa umas folhas de teste perto dela (tipo uma caixa)… o efeito sobre o papel acontecerá muito mais rapidamente do que no papel longe da lampada… você em semanas poderá testar o efeito da luz por anos.
      O problema da laser é que a impressão dela, mesmo usando cartuchos recondicionados, é bem superior ao que obtem com jato de tinta com bulk ink… chutando um pouco os valores você teria um custo de tinta de uns R$ 1 por folha A4 na jato de tinta com cartucho original, uns R$ 0,80 na laser com toner original, uns R$ 0,40 na laser com toner recondicionado e R$ 0,04 na jato de tinta com bulk… É uma diferença em custo muito grande.
      A questão do papel interfere mesmo… esse problema acontecia com as impressões e fotos antigas. Não tem muito truque… tem que testar… mas atenção que o problema é da tinta e do papel ao mesmo tempo… um couchê de baixa qualidade vai amarelar também.
      Abraços,

  30. Fabio Cardoso

    Paulo, comecei a acompanhar seus posts agora, você está de parabéns, tenho uma gráfica rápida a 5 anos e o maior problema que encontrei foi a dificuldade de encontrar assistência técnica, principalmente para as impressoras da linha pro x, nem em Teresina consegui, agora estou pensando em ir pra São Paulo levando uma Pro X 476, que tenho funcionando e mais duas que tenho paradas, vc saberia me indicar alguma assistência que possa conserta-las em geral o problema delas é entupimento de cabeça.

    • Paulo Valle
      Author

      Fabio,
      Já ligou para a Mundo Collor no Paraná?
      Eles além de fazerem o serviço de assistencia técnica disponibilizam excelentes vídeos no canal do youtube deles ensinando a fazer a manutenção basica e resolver os principais problemas da HP pro X.
      Dá para enviar a maquina via correio para eles… eu sei de uns truques para abaixar o frete… entra em contato comigo por email que eu explico… pesa ela antes… o truque usa o correio e ela precisa epsar menos de 30 kg embalada… eu acho que não tem problema algum… e tem que preparar ela para transporte pois o correio não cuida bem das caixas… mas fixando bem as peças dá para fazer.
      Abraços,

  31. Prezado amigo você não comentou de uma grande tecnologia que eu já a domino a mais de 20 anos IMPRESSÃO EM CÊRA , essa impressão é simplesmente mais barato que todas essas juntas,desafio a vc achar custo menor,só existe uma quastão que é na palstificação que impreterivelmente deverá ser laminação a frio de resto a qualidade é simplesmente fantástica,ecologicamente correta , duvidas fale com o especialista 21 964663435 .

    • Paulo Valle
      Author

      Hesio,
      Eu ja falei de cera antes aqui no blog… já tive uma tectronix tempos atrás.
      A impressão cera foi meio que “morta” pela Xerox que estancou o crescimento da tectronix comprando ela. na verdade ela era uma grande ameaça a tecnologia laser.
      Eu tinha problemas com ela na hora de laminar e na hora de dobrar (quebrava a cera).
      Eu sou fã do processo mas tenho grandes restrições a detentora do processo hoje que é a xerox.
      Em termos de custo a jato de tinta com bulk supera ela.
      Nessa questão de custo… um dos meus grandes problemas na época que tinha a cera era conseguir comprar as ceras a um bom custo… que tal nos atualizar em valores?
      Na época eu gastava muito com ela.
      Abraços,

  32. Fernanda

    Olá Paulo, estou adorando os seus comentários, parabéns pela iniciativa. Eu faço apostilas para curso e terceirizo as capas que é uma gramatura de 180, faço umas 100 capas por mês, gostaria de saber qual a impressora que posso comprar. um abraço.

    • Paulo Valle
      Author

      Fernanda,
      No seu caso eu compraria esse papel: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-701422329-100-folhas-papel-glossy-fotografico-prova-dagua-230g-a4-_JM
      E imprimiria em uma jato de tinta mesmo.
      Esse papel fica totalmente a prova dagua após a impressão… vai parecer que passou verniz na folha.
      Prefira comprar ele e similares ao inves de comprar numa papelaria… os importados vendidos no mercado livre são muito superiores aos nacionais vendidos nas lojas comuns.
      Eu tenho impressões aqui que eu imprimi numa epson 355 e joguei a folha na agua (totalmente imersa), deixei secar o papel, e hoje quase 3 anos depois continua quase igual ao dia que imprimi.
      Tem varios fabricantes… peguei esse ao acaso pois é um dos que mais vende no mercado livre… faça a pesquisa no mercado livre usando papel fotografico dagua que vai aparecer em diversas gramaturas.
      Abraços,

  33. Bom dia Paulo. Gostaria de imprimir roupas com listras e detalhes, em um mine boneco com o corpo plano injetado em plático ABS sem resina, usando uma prensa 3D. Qual a impressora para fazer o transfer ideal?
    Como o boneco vai ser manuseado em alguns momentos se for transfer a laser, soltará a tinta fácil?

    • Paulo Valle
      Author

      José,
      O seu projeto não é uma coisa simples.
      Usamos as prensas 3D normalmente com superficies curvas lisas. No seu caso o papel terá que ser recortado para se moldar ao boneco, que tem braços e outros detalhes.
      Eu tentaria preparar o boneco com verniz sublimatico e usar sublimação.
      Mas realmente esse recorte dos braços do boneco é algo bem complicado.
      Até hoje eu só vi isso sendo feito manualmente.
      Não há truque para esse processo… você terá que desenvolver a tecnologia do zero para o seu caso.
      Existe uma outra técnica chamada water transfer que pode se aplicar no seu caso. Você esconde as partes que não serão pintadas com fita e aplica o water transfer e depois retira a fita.
      Não sei se se ajusta ao seu caso, mas eu daria uma olhada. Veja o vídeo: https://www.youtube.com/results?search_query=water+transfer
      Abraços,

  34. Stella

    Bom Dia Paulo, não sou gráfica, sou estudante e tenho feito um livro de ingles super colorido em uma epson l210 com tanque de tinta para o pessoal de minha sala na faculdade, mas acho ela muito devagar com a qualidade alta, e tb tem a questão de ficar vigiando o livro pra fazer frente e verso já que não é automática. Próximo ano pretendo aumentar encomendas pra esse livro para outras salas, então estava pensando em adquirir outra impressora rápida com bulk, e que seja frente e verso automática. qual vc me indicaria? achei uma pro x , mas esta com defeito por 300 reais … será que compensa pegar pra consertar? já que ela esta muito acima de meu orçamento para compra em boas condições e poucas unidades a disposição.
    obs meu orçamento seria de no máximo 1300,00.
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-799739484-impressora-hp-x476dw-com-defeito-na-cabeca-de-impresso-_JM?flash=58e33f1d0375844b19f329c86acd12ccf3345419&noIndex=true
    outra duvida tb seria que o azul claro do livro quando imprimo, sai muito claro, só melhora se mexer nas configurações , será q seria o caso de mudar de tinta corante pra pigmentada?

    • Paulo Valle
      Author

      Stella,
      Até o mês passado eu indicaria as canon 5310 com bulk para o seu caso… mas o preço dela disparou… comprei a minha a 3 meses por R$ 600 e agora o preço dela subiu para cerca de R$ 1500 ou mais.
      A pro-X usada sendo vendida por esse preço deve estar faltando peças que não estão sendo encontradas no mercado… tem gente que já passou de 1 milhão de impressões nessas maquinas e ao procurar a cabeça de impressão percebeu que a HP não está seguindo a lei que obriga a fornecer peças de reposição.
      No momento está difícil de fazer indicações de maquinas… as maquinas boas para os graficos estão sendo retiradas do mercado. A própria Canon 5310 já tem 2 ou 3 substitutas no mercado americano que não foram trazidas para cá por que estãos endo vendidas para gráficas que não compram a tinta… infelizmente os fabricantes de impressoras não tem seu foco nas maquinas e sim na venda de tinta.
      Existem umas maquinas mais simples da canon que são duplex e podem te atender e estão na faixa que você precisa… a linha Maxify é quase toda igual… tem maquinas dupolex mais simples que perdem apenas na parte do scaner e no depósito de papel… mas atingem a mesma velocidade da 5310 e são duplex… você perde apenas no scaner super rápido que acho que não é o seu foco.
      Tenta elas… o bulk é o mesmo e custa bem pouco (R$ 70).
      A qwestão da cor não se refere ao tipo de tinta e sim ao ajuste da imagem. Esse seu azul deve estar com uma cor RGB e deve ser uma das cores que não conseguem ser reproduzidas no sistema CMYK da impressora. Minha sugestão é usar um editor de imagem (corel ou photoshop), abrir a imagem, converter para cmyk e depois fazer os ajustes para que o azul fique do jeito que deseja ou próximo a ele.Tem cores que são impossíveis de serem impressas, mas dá para melhorar bastante essa questão das cores… tenta mexer na saturação dela e no contraste e talves reforçar um pouco o canal ciano. Essas coisas são simples de serem feitas nos softs profissionais.
      Abraços,

  35. Ricardo Almeida

    Olá, eu ghostaria de saber a sua opinião sobre a Epson Ecotank, especialmente os modelos mais recentes como a L365 e a L375. O que você acha dessas impressoras?

    • Paulo Valle
      Author

      Ricardo,
      As Epson Ecotank são boas impressoras, aceitam qualquer tipo de tinta, a citar, corante, pigmentada, sublimatica e outras. No caso da tinta sublimatica elas são as unicas que conseguem trabalhar com essa tinta. Em termos de alta qualidade elas batem as outras impressoras. Mas em termos de velocidade elas ficam um pouco a dever.
      Por exemplo, se você pretende fazer produção, uma epson vai trabalhar fazendo 1 pagina por minuto na qualidade normal e varios minutos por página na qualidade. Eu uso uma Canon 5310 que faz na qualidade normal umas 6 a 8 paginas por minuto… a conon na qualidade normal é melhor do que a epson, embora perca no modo qualidade. Coisa parecida acontece com as HP… elas em geral são mais rápidas do que a epson, mas perdem na qualidade… exceção com a HP pró-X.
      A escolha da impressora não se deve basear apenas na qualidade… precisamos ver qual será a sua aplicação.
      Se for fazer muitos cartões, convites, panfletinhos, o melhor e optar por maquinas mais rápidas. Se vai imprimir poucas páginas com muita qualidade pode optar pela epson. Se for trabalhar com sublimação a escolha obvia é a epson.
      Veja o que deseja fazer antes de escolher a maquina.
      Abraços,

  36. Bruno Teixeira

    Eu tenho acompanhado alguns proprietários de impressoras HP série 8000 e anterior reclamando da durabilidade desses equipamentos quando o uso ocorre em larga escala, reclamações que reportam máquinas com falhas tendo apenas 60.000 cópias. Eu assisti uma matéria no youtube do Mundo Collor que atua no segmento de outsourcing de impressão relatando que o parque de impressoras da empresa foi substituído de HP para Canon em razão do ciclo de manutenção precoce das máquinas, dificilmente se consegui extrair 100.000 impressos sem que uma falha inicial seja notada.

    É claro que o consumidor doméstico que demanda baixo volume não tem essa dimensão, com base nisso eu lhe pergunto: você observa diferença de durabilidade entre Canon, HP e Epson levando em consideração a utilização de insumos adequados? A HP de uma maneira geral tende a onerar mais o usuário em manutenção do que Epson? Essas perguntas levam em consideração equipamentos que irão chegar em 100.000 cópias em algum momento dado a demanda de impressão mensal, temos algumas gráficas rápidas usando impressoras dessas fabricantes e as Ecotank estão tendo demanda para trabalhos mais simples em razão de redução de custos, qual é a sua experiência em relação a manutenção das 3 fabricantes? É claro que estou levando em consideração o ciclo mensal que cada máquina é projetada para executar, tomemos como base impressoras semelhantes e que competem entre si para as fabricantes citadas, Epson HP e Canon.

    • Paulo Valle
      Author

      Bruno,
      O interessante é notar que o fabricante de impressoras não vive da venda das maquinas e sim da venda de tinta.
      Quando eles “erram” e fazem uma impressora boa para produção que usa tinta de outras marcas facilmente eles rapidamente tiram essas impressoras do mercado e sobem muito o valor delas (vide o que aconteceu recentemente com as HP pro X e a Canon 5310).
      Desse mesmo modo, uma impressora com 100 mil impressões que possa ser concertada para gerar mais 100 mil impressões não é interessante para os fabricantes (não são eles que vendem a tinta!!!). Assim, eles fazem sumir as peças de reposição… mesmo contra a Lei (a Mundo Collor estava passando um abaixo assinado para processar eles).
      A Epson, apesar de ser uma boa maquina, não é tão rápida assim e por isso não consegue chegar as tais 100 mil impressões num tempo que percebamos. Eu já trabalhei com as serie 700 tempos atrás e precisava trocar cabeça de 2 em 2 meses e por isso tinha 3 máquinas na produção.
      Eu crio que a epson conseguiu focar o seu negócio de forma diferenciada, usando os ecotanks de fábrica, achando um equilibrio entre o preço das maquinas (um pouco mais caras do que as concorrentes) e a venda de tinta (usando tubos com mais tinta), que geram alguma fidelidade que garante que se tenham as peças para reposição… mas reforço que ela ainda não criou máquinas rápidas para figurarem entre as maquinas de produção. Eles se focaram em impressão de qualidade fotografica que é outro nicho… e como a cabeça deles admite todas as tintas do mercado, conseguem uma boa venda de maquinas (tintas corante, pigmentada, sublimatica, Vinilica e outras).
      Não tenho grandes experiencias na manutenção das maquinas… a unica que utilizei foi as epson, pois tinha um local que se especializou nas maquinas epson… isso varia de local para local.
      Só sabemos usando os serviços deles… sempre é algo demorado… a que eu tinha levava mais de 10 dias para me atender (por isso tinha varias maquinas).
      No momento não tenho maquinas para indicar, pois a pro X e a canon 5310 subiram enormemente os preços e estou aguardando o próximo ERRO da industria para indicar a maquina.
      Um grande abraço.

  37. Alex

    Boa Noite,
    Muito boa as informações aqui, são de muito valor.
    Trabalho com artigos de MDF e faço caixas personalizadas, utilizo papel couchê e a impressão é laser pois utilizo verniz de artesanato geral.
    Gostaria de uma indicação de impressora boa com custo de tonner em conta, no momento faço em torno de 50 paginas de papel laser por mês. por enquanto faço as impressões em gráficas e gostaria de comprar uma impressora que possa ser adequada para meu serviço.
    Obrigado .

    • Paulo Valle
      Author

      A sua tiragem ainda é bem pequena… como é transfer que usa acho que as opções em laser são as melhores. Acho que uma laser colorida comum, na faixa dos R$ 1 mil vai te atender bem. Você vai ter um custo de uns R$ 1 por folha… tem que analisar quanto está pagando na impressão atualmente nas gráficas.
      Para calcular o custo de impressão da laser que pretende comprar, descobre o custo dos cartuchos dela e a quantidade de folhas que eles prometem fazer. divida o valor de cada cartucho pela tiragem prometida e some os valores dos 4 cartuchos. O resultado multiplique por 5 para obter um valor aproximado para as suas impressões. Aí compara as diversas opções baseado no custo de impressão obtido e no quanto paga atualmente na grafica.
      Para complementar… o fabricante coloca o numero de paginas impressas com base em 5% de cobertura (equivalente a só texto)… em grafica temos em média uns 25% em cada cor podendo subir nos casos dos chapados para mais ou menos o dobro desse valor.
      Abraços,

  38. Paula de Araujo

    Boa Tarde Paulo,
    primeiramente, parabéns pelo artigo e principalmente pela iniciativa de compartilhar essas informações.
    Estou formando em arquitetura e quero trocar minha impressora atual por uma A3. Seria para uso mais doméstico, poucos projetos, mas gostaria de boa qualidade de impressão e principalmente um bom custo benefício. Tenho uma multifuncional HP que usa cartucho, e sempre gasto uma fortuna com as recargas e mesmo assim a qualidade é muito ruim.
    Minha mãe trabalha com educação infantil e usa bastante a impressora, principalmente em A4. Gostaria de uma que atendesse tanto as minhas necessidades como as dela, com conexão wifi (sempre trabalhamos com notbooks) e que não nos prendessem aos cartuchos que tem preços altíssimos, por isso pensei em alguma com bulk.
    Qual você me recomendaria? Inicialmente pensei na Hp 7110.
    Grata,

    • Paulo Valle
      Author

      Oi,
      Dá uma olhada também na 7612 que é a multifuncional dela e custa apenas um pouco mais cara.
      O bulk e velocidade são os mesmos, mas se ganha o scaner a a copiadora e se não me engano o fax.
      O bulk é bem simples de instalar.
      A qualidade não deve ser muito superior a sua máquina (que você não falou qual é). A velocidade também não é das melhores, mas é uma das melhores opções em A3… eu indico até para pequenas graficas.
      Boa compra.
      Abraços,

  39. Thalyta

    boa tarde, quero comprar uma impressora a jato com cartuchos recarregáveis o que já excluiria a HP, e com mais de dois cartuchos o que já exclui a canon e epson. Quero associar uma impressora com qualidade de velocidade e impressão e valor razoável o uso é doméstico, pensando também na compra de tinta de litro para economizar em cartuchos. Que impressoras me sugere?
    GRATA.

    • Paulo Valle
      Author

      Thalyta,
      A sua pergunta está cheia de falhas de análise.
      Você excluiu HP, Canon, epson na sua analise por motivos errados.
      Toda linha da epson com tanque de tinta tem 4 cartuchos e usa tinta recarregavel de fabrica. Em termos de qualidade são as melhores. A tecnologia da cabeça piezoelétrica atinge as melhores resoluções. A velocidade não é das melhores, mas atende os usuários com poucas impressões. Nela pode-se usar todos os tipos de tinta do mercado. Ela é a favorita do pessoal que tira provas graficas e do pessoal que faz sublimação (ela é a unica que aceita tinta sublimatica). Mas, como falei, peca na velocidade. E atenção que não dá para ficvar mudando de tinta… tem que usar um tipo só.
      A Hp tem as piores e melhores maquinas do mercado. As impressoras mais baratas realmente trabalham com o cartucho triplo. Mas você tem maquinas como a hp 7612 que é uma multifuncional A3 a custo de maquina A4, que usa 4 cartuchos como você quer e tem um bulkink facílimo de usar. Tem também as maquinas da série pro-X que apesar de terem subido muito seus preços (na faixa dos 3 a 4 mil) são de excelente qualidade, 4 cartuchos, aceita bulk e atinge mais de 40 paginas por minuto fotograficas e diferentes… MESMO!!! medidas por mim (deu 33 paginas no teste, mas já melhoraram ela).
      Eu uso uma Canon 5310, que custava a 3 meses R$ 600 e agora foi descoberta pelo mercado e subiu para mais de R$ 1,5 mil, tem um bulk facil de usar, e atinge umas 6 paginas por minuto (variando um pouco com o original)… tem uma maquina menor deles também da série Maxify que está na faixa dos R$ 1 mil e tem menos recursos.
      As canon e HP podem usar tinta corante e pigmentada sem problema. Mas não usam outras tintas. A vantagem delas é a velocidade.
      Agora, as impressoras mais baratinhas são todas com 2 cartuchos e mesmo as que aceitam bulk pre cisam de alguém experiente para instalar.
      Se for o seu caso sugiro procurar um local que instale o bulk na sua redondeza e compre uma impressora que eles trabalhem e que não custe tanto assim… as que eu indiquei acima estão custando acima de R$ 800 e são opções usadas pelos gráficos.
      Abraços,

  40. gomes

    Gostaria de saber sobre a impressora xerox phaser 7800. Será que a qualidade de impressão se equipara as de uma boa fotográfica jato de tinta?Ela serviria para impressão de fotos A3 profissionais para venda?

    • Paulo Valle
      Author

      Gomes,
      Você está comparando uma impressora que custa 25 mil com impressoras de 1 mil. A xerox phaser 7800 tem tudo para ser superior a jato de tinta. Na v erdade ela esta tentando se comparar a uma offset e não a jato de tinta. Mas perceba o seguinte… essa xerox funciona com 4 toners e é uma solução para imagens muito boas produzindo umas 20 ou 30 páginas por minuto em papel comum. Se você pegar uma jato de tinta fotografica, com 6 ou mais cores, papel fotografico de qualidade, um perfil de cores ajustado para provas digitais e esperar os 6 a 9 minutos de uma impressão de qualidade vai ter melhor qualidade nessa jato de tinta… mas qual é o seu objetivo… tirar provas digitais para aprovação de impressão offset ou fazer produção?
      Você está vendendo o produto acabado ou prova de impressão?
      Sua resposta reside exatamente aí.
      Abraços,

  41. Neide Costa

    boa tarde paulo..to tentando acompanhar as indicações de impressoras A3..,mas como sou bem leiga no assunto, não solucionei uma dúvida. Tenho pequeno escritório de arquitetura, poucas cópias (velocidade de impressão não é item definitivo mas economia sim!)..vejo indicação da HP 7612, me pareceu ideal. Em relação ao Bulk..eu mesma consigo fazer esta instalação? o tipo de tinta para reposição é específica? Teria alguma indicação de bulk? Obrigada pela atenção…

    • Paulo Valle
      Author

      Neide,
      O bulk da 7612 é relativamente fácil de instalar… ele já vem com os cartuchos e no esquema para ser encaixado.
      Se você assistir alguns videos no youtube pode conseguir fazer sem problema.
      Você vai poder usar tinta corante ou pigmentada nele… a pigmentada tem que imprimir sempre com ela para que não entupa os cartuchos. A corante é a que vem normalmente nos cartuchos… a diferença é a resistencia a agua da pigmentada.
      Eu nunca instalei o bulk dessa maquina, mas os que são mais vendidos no ML são uma boa indicação.
      Abraços,

  42. Bruno Teixeira

    Olá Paulo Valle, a Epson de fato não possuía em seu portfólio máquinas com velocidade, equipamento que pudessem ter utilidade no mercado de outsourcing por exemplo, para preencher essa lacuna foi desenvolvida uma nova cabeça de impressão que representou o maior investimento da história Epson, as máquinas com a tecnologia Precision Core utilizam uma cabeça de impressão especialmente projetada para atender a demanda do mercado de outsourcing de impressão, esse é o foco da Epson para os próximos anos no mercado Brasileiro, a tecnologia Precision Core está focada na demanda corporativa mais também é viável para baixa escala, são impressoras rápidas que utilizam uma cabeça de impressão única no mercado, capaz de reproduzir a mesma qualidade de resolução de um modelo a laser, por isso o Marketing da Epson associa as máquinas Precision Core com algo “além do laser”, nós já temos máquinas com bolsas de tinta para até 1,5 litros dando uma autonomia de 75.000 cópias com uma carga.

    • Paulo Valle
      Author

      Bruno,
      Eu li o seu comentario e fui atrás de vídeos dessa linha de maquina. Cheguei a encontrar uma comparando ela com a hp pro x.
      Achei muito estranho o vídeo…eu conheço a hp pro x e a velocidade que eu vi nada tem a ver com ela.
      Pelo que eu vi a epson precision core roda mais ou menos na velocidade da canon mlb5310 e a hp pro x que estava no video foi adulterada, pois ficou com velocidade similar as epson comuns.
      Não achei nem um pouco confiável o vídeo pelo que eu conheço a maquina.
      Eu adoraria ver um epson rápida, mas o que eu achei foram videos para justificar a compra de epsons caras detonando o desempenho das outras maquinas sabidamente mais rápidas.
      Acho que a epson ainda não deu uma bola dentro nesse quesito… minha canon MLB 5310 ainda dá show na precision corel ponta de linha.
      Abraços,

  43. Bruno Teixeira

    Quando nós falamos da Canon MB 5310 estamos abordando um outro nicho do mercado de entrada/intermediário, hoje você dificilmente encontra uma impressora Epson Precision Core por menos de R$3.000 reais, temos modelos como a WorkForce WF-R8590 que utiliza bolsas de tinta por R$19.000 reais, não é um produto que vá competir com um equipamento de entrada custando R$600,00.

    http://www.creativecopias.com.br/impressora-epson-workforce-wf-r8590-multifuncional-com-bolsa-de-tinta-colorida-a3-wireless-e-duplex-7734.aspx/p

    O mercado já tem Plotters para sublimação que utilizam a tecnologia da Precision Core da Epson.

    https://www.youtube.com/watch?v=4oQQrPYBslk

    A Maxify MB 5310 é ótima mas ela não entrega o resultado comparável ao laser de uma máquina com cabeça Precision Core.

    Eu não afirmei que uma máquina Precision Core da Epson é tão rápida como uma HP Pro X, provavelmente a HP entrará em um acordo judicial para pagar royalties a cada impressora dessas vendidas, ou é isso ou vai parar de fabricá-la pela quebra de patente, a tecnologia Precision Core alcança uma velocidade muito maior do que a Micro Piezo com uma única cabeça, acho que a Epson não vai pisar fora da faixa e copiar um esquema que grosseiramente falando consiste em um conjunto de cabeças funcionando simultaneamente, se fizer terminará nos tribunais mas a tecnologia da nova cabeça ainda irá evoluir muito nos próximos anos.

    Você tem razão quando cita canais duvidosos para um comparativo, é uma tecnologia recente e a maior parte dos vídeos disponíveis são institucionais como esse.

    • Paulo Valle
      Author

      Bruno,
      Antes de mais nada obrigado por apresentar mais essa opção aos leitores. Creio que precisamos aguardar um pouco mais para ver essas maquinas.
      Eu analiso essas maquinas muito pelo lado da produção para as pequenas gráficas. Aqui deve-se analisar tanto qualidade como velocidade.
      Quando uma impressora atende esses dois quesitos explodem vídeos de pessoas que compraram e testaram suas maquinas. Você encontra uma tonelada desses vídeos da canon 5310 e as pro X. Tem muita gente usando elas para fazer apostilas e pequenas produções de panfletos.
      A tecnologia epson tende a apresentar imagens melhores. Eu acredito que essas maquinas que você citou tem boa qualidade de impressão. Mas não o suficiente para disputar esse mercado com as maquinas que eu citei.
      O valor que você falou é muito alto para uma jato de tinta. Acho que a epson vai continuar abocanhando a fatia de mercado da sublimação e das impressões de prova, nas quais ela é imbatível.
      Infelizmente aqui no Brasil não entraram as maquinas Memjet que estão arrebentando em versatilidade lá fora. Poucos citam a maquina da Riso que faz incríveis 140 paginas por minuto e é a verdadeira lider em velocidade… talvez até mesmo devido a mancada de apresentar ela a preços exorbitantes e com tinta proprietária. A HP pró X copiou descaradamente a idéia das Memjets fazendo aquela adaptação com as cabeças deles (que chega a ser até feia).
      Uma vantagem que eu vejo na sua propaganda da creative aqui encima é o fato dela ser A3… a unica no mercado com um pouco de velocidade.
      O ultimo vídeo aqui é um indutor de erros… devia ser proibido isso… colocar uma folha já impressa no local do papel e dar um comando de avançar a folha para a maquina parecer rápida é um verdadeiro crime.
      Se gosta da maquina o ideal era fazer um vídeo sério colocando ela para imprimir umas 10 folhas na qualidade normal e outras 10 na qualidade ótima e mostrar a qualidade de impressão superior da epson junto de outras maquinas de comparação como a hp pro x por exemplo… isso sim seria uma boa propaganda para a maquina.
      Não avaliei o custo dela, mas como utiliza a tinta da epson e imagino não existir nem um bulk nem uma tinta alternativa para ela, terá um custo quase similar as laser de produção mais em conta do mercado como a serie 6000 da ricoh, que por sinal tem valor bem próximo a dela e é bem mais rápida.
      Eu adoraria ver uma demonstração em vídeo dessa pois parece ser uma impressora promissora, se bem que ainda um pouco lenta… mas é A3… né?

      Um grande abraço!

  44. Bruno Teixeira

    Olá Paulo Valle, a WorkForce WF-R8590 é um modelo para o formato A3.

    A viabilidade que a HP oferece ao mercado corporativo está sustentada no uso de bulk inks que ela vem combatendo ferozmente, o modelo praticado é como um aluguel com preços de insumos inconcebíveis, a ofensiva da HP com o bloqueio de sistema de tinta contínuo já está forçando o mercado a migrar para soluções alternativas, a linha Maxify foi um exemplo adotado por empresas de outsourcing como a Mundo Collor, porque será que eles não continuaram investindo na HP? Para você manter uma Pro X atendendo alta demanda de impressões quando terá que desembolsar se pensar em cartuchos originais? Só o refil 970XL preto com 173ML de tinta custa aproximadamente R$450,00, e o resto dos cartuchos somados representam quanto? Você encontra viabilidade para algum negócio que cogite a hipótese de bancar a HP com seus suprimentos originais? O mercado interno de outsourcing não encontrou essa fórmula, veja como esses equipamentos são locados.

    A aquisição da máquina para o uso com adaptações de tinta contínua não interessa para a HP e a fabricante já deu demonstrativos de como irá agir daqui pra frente. Se o mercado não puder utilizar a HP nesse modelo vai procurar outras alternativas, nem que seja o retorno ao sistema monocromático das impressoras a laser. A Epson não tinha no seu portfólio produtos com escalabilidade para atender esse nicho, vamos ver como o mercado vai absorver essa opção que oferece bolsas de tinta e modelos mais rápidos que as tradicionais máquinas que eram baseadas em cabeças piezoelétricas.

    A Maxify subiu subitamente de preço porque ela foi oficialmente descontinuada pela Canon, você ainda encontra essa linha do estoque de algumas lojas, se entrar em contato com a Canon vão te confirmar que a linha não é mais distribuída pela Canon.

    • Paulo Valle
      Author

      Bruno,
      Concordo em parte com você. Para a HP a Pro X foi um erro no mercado brasileiro, pois aqui as pessoas não compram a tinta dela… por isso vieram com máquinas mais caras e meio travadas para impedir o uso dos bulks. E a Canon é uma solução remendo… creio que também um ERRO da canon por permitir os bulks. A epson parece ser a única que veio com uma solução intermediária, em que as maquinas custam um pouco mais, mas a tinta original vem com um custo para disputar parte do mercado (um pouco mais caras, mas há quem pague para ficar com a original).
      Se a epson conseguir acelerar suas maquinas, que hoje parecem mais para competir EM VELOCIDADE com a canon do que com as pro X (concordo que a qualidade da epson deve ser melhor), poderá abocanhar boa parte do mercado.
      Eu ainda sou fã das memjets, que não entraram no nosso mercado (exceto na área de etiquetas que tem maquinas industriais sendo vendidas).
      Eu não entendo por que se o processo de cabeça fixa se mostrou tão bom, por que os demais não vieram na onda… a questão de proteção da tecnologia parece não fazer sentido.
      Se tiver novidades da linha epson pode passar aqui.
      Abraços,

  45. Eros

    Olá Paulo!

    Estou a horas lendo seu Blog, quero agradecer pelo excelente conteúdo. Gostaria muito da sua opinião, aproveitando sua maior experiencia na área. Tenho um trabalho fixo, mas como a maioria das pessoas, a grana nunca sobra no fim do mês. Tenho bastante habilidade em Webdesign e edição de imagens. Então, criei com minha namorada um site de venda de Posters, com artes criativa e diferenciadas. Como a procura por enquanto é bem baixa, não vale muita a pena usar offset, porque a tiragem é pequena, e tenho muitas artes disponíveis.

    Meu plano é, comprar uma HP 7612 e colocar bulkink, usar tinta pigmentada. (escolhi essa impressora, pq encontrei uma com preço bem acessível, R$700, e vc falou bem dela aqui) e usar papel fotográfico da maior gramatura disponível.

    Mas ai que está minha duvida. Eu teria uma qualidade parecida com offset? encontrei papel matte de 220G em formato A4 facilmente. Já o A3, estou com dificuldades em encontrar o matte de 240g. Encontrei um papel matte chambril, vc conhece? é papel offset, o resultado seria bom?

    Agradeço se puder ajudar.

    Parabéns novamente pelo blog!

    • Paulo Valle
      Author

      Eros,
      A HP m7612 é uma boa máquina, mas não prima pela qualidade. É uma opção barata. Mesmo com o papel fotografico ela vai ficar longe da qualidade da offset.
      Para fazer frente as offsets precisa-se de lasers de produção caríssimas, custando mais de R$ 40 mil.
      Mas existe a opção de terceirização da impressão nessas máquinas nos mesmos distribuidores que fornecem impressão offset.
      Na Atualcard você encontra em pequenas tiragens em couchê 120 g cartazes A3 por cerca de R$ 30 10 unidades. Tem outras opções pela web. Imagino que bem perto de você deva ter alguém com uma laser de produção cobrando uns R$ 6 a impressão (eu pago R$ 3,20 num distribuidor meu aqui do Rio em qualquer gramatura de couchê).
      Desse modo dá para fazer um esquema de imprimir terceirizado sem investir nada.
      Voltando para as jato de tinta. As impressoras da Epson, apesar de um pouco mais caras, possuem melhor resolução e inclusive são usadas em alguns casos como impressoras de provas usando papel fotografico. Alguns dizem que é melhor do que a própria offset… eu discordo um pouco… as cores são mais vivas mas a offset ou laser de produção duram mais tempo.
      Procura o papel fotografico a prova dagua… tem no mercado livre e a qualidade é excelente… ele fica como se tivesse recebido uma camada de verniz… tem A4 e A3 a venda.
      Tão aí as opções.
      Abraços,

      • Eros

        Valeu Paulo!!

        Eu já terceirizo a impressão, usando a Print e Zocprint. Mas queria usar uma gramatura mais alta, 240g por ai, nessas 2 nem tem essa opção no site. Achei que o resultado usando papel fotográfico seria satisfatório , pq não acho a qualidade da impressão que venho recebendo muito boa. No meu ultimo pedido, em alguns posters, eu consigo ver linhas na impressão. Vou dar mais uma estudada e, e pensar melhor.

        Pra mim ficaria legal imprimir em casa, pq só imprimiria a arte que vender, e a quantidade que vender. Mandar produzir depois de vender pode atrasar a entrega. Mas vou verificar sua ideia, de encontrar gráficas aqui na minha região (Floripa)

        Obrigado Novamente!! e Sucesso!

  46. Nathália Melo

    Boa tarde Paulo, tudo bem?
    Sou arquiteta e estou a procura de uma impressora A3 colorida para a impressão de projetos. Já olhei modelos, mas como não entendo, não estou sabendo qual vai me atender melhor. Se não for incomodo, você pode me sugerir alguma?
    Muito obrigada!

    • Paulo Valle
      Author

      Nathalia,
      A questão toda é pesar qualidade x preço.
      As mais baratas são as da HP, que tem opção na faixa dos R$ 1 mil, mas a qualidade não é a melhor.
      As epson tem a melhor qualidade, mas são mais caras e lentas… vão para a faixa dos R$ 3 mil.
      A diferença vai ficar por conta das imagens coloridas que ficarão bem melhores na epson… se for a de 6 cores melhor ainda… e ela já vem bom o bulk, que também é uma vantagem.
      Me passa mais do seu objetivo e faixa de preços que eu te ajudo.
      Abraços,

  47. Oi Paulo, ótimo ponto de vista, cada equipamento para cada tipo de usuário, mas pelo valor das lasers hoje em dia, até para o usuário doméstico vale a pena, pois essa pessoa usa pouco a impressora, então pode acabar ressecando os cartuchos, já com a laser não irá acontecer.

    Empresas que imprimem muitos documentos, também deveriam optar pela impressora a laser, pelo custo de página ser muito mais baixo.

    Já para gráficas, o ideal é ter os dois e ver qual a melhor para cada tipo de serviço

    • Paulo Valle
      Author

      Essa questão do uso é boa de ser frizada.
      Não adianta colocar um bulk com tinta pigmentada e não imprimir na maquina… precisa fazer pelo menos 1 impressão por dia para ela não entupir… o maximo que pode parar é um final de semana e isso se usa ela direto a tinta circula bem.
      A laser realmente não costuma dar esse problema, se bem que já vi toner meio grudento quando fica muito tempo parada também (acho que devido a humidade).
      Quanto ao custo, pelo que vejo por aí a sequencia de prioridade é jato de tinta com bulk, laser com toner reciclado, laser com toner original e por ultimo jato de tinta com cartucho original.. a jato de tinta com bulk é a mais em conta tanto monocromatica quanto colorida… a minha aqui tem custo de R$ 0,03 com impressão colorida e uma fração de centavo na impressão preta. A laser mono sua para fazer os R$ 0,03 na preta.
      Tem o lance da velocidade também… mas nesse item as laser já chegaram ao seu limite físico e a jato de tinta só está testando seus limites… eu já vi casos de jato de tinta da Riso fazendo 140 paginas A3 por minuto (quase ninguém fala dela… são 600 dpi)… mas as Menjets e Hp Pro X estão chegando lá também… na área de etiquetas elas já passaram longe disso… tem umas maquinas gigantescas jato de tinta rodando a mais de 200 paginas por minuto.
      Considero a jato de tinta a tecnologia do futuro…ecologica e rápida… não leva muito tempo para tomar lugar das offsets.
      Abraços,

  48. Boa Tarde Paulo.
    Li seu artigo e foi muito bom. Li alguns comentário para ver se respondia as minhas dúvidas, mas ainda tenho algumas.
    Tenho uma empresa de papelaria personalizada e terceirizo minhas impressões, mas gasto muito com gráficas e estava pensando em comprar uma impressora para reduzir o custo.
    Eu trabalho apenas com o papel couchê 250g e como faço convites esse papel atende as minhas necessidades. Precisaria de uma impressora que imprimisse esse tipo de papel, no tamanho A3 e colorido. Qual impressora me indicaria?
    Hoje gasto R$ 2,80 por folha impressa na gráfica. E imprimo por volta de 300 folhas A3 mensais,
    Se puder me ajudar agradeço muito.

    Obrigada.

    • Paulo Valle
      Author

      Flavia,
      Pessoas no seu caso eu sempre indico começar com uma maquina Ricoh 2051 ou superior usada.
      Uma maquina dessas sai por uns R$ 5 mil ou menos, é uma maquina boa e tem muita gente que começa com ela e depois vai migrando até as maquinas maiores da série 6000.
      A qualidade dela é boa e os cuidados que se deve ter é pegar uma maquina bem revisada e de preferencia com alguém que tenha várias delas em estoque.
      O custo por pagina A3 deve estar por volta dos R$ 0,80 (tem tempo que eu fiz essa conta e era R$ 0,60). Sem o papel tá ok?
      Ela vai te atender e com o seu ritmo vai pagar a maquina em 10 meses mais ou menos.
      Tem gente vendendo dela no mercado livre.
      Abraços,

    • Paulo Valle
      Author

      David,
      As impressors A3 de baixo custo não são lá grandes coisas.
      Eu costumo indicar aqui no blog a Ricoh 2051 usada.
      Embora sejam usadas, elas vem de uma linha de grande sucesso, que em geral as pessoas passam adiante para comprar modelos mais rápidos e não por que não estão gostando da marca. Tem muita peça no mercado e tem gente que vive de ajeitar as máquinas para revender, o que eu considero mais seguro do que comprar de quem tem apenas uma máquina.
      Fazendo isso você opta por deixar de comprar uma A3 comum e passa a uma maquina, que embora usada, esteja na classe das impressoras de produção, sendo mais robustas e duráveis.
      É uma boa porta de entrada para depois migrar para impressoras mais caras e rápidas com qualidade muito próxima das offsets.
      Quem seguiu o conselho não veio me pixar aqui no blog… isso é um bom indicador.
      Vale lembrar que uma impressora laser tem outros custos escondidos. Além do toner, tem que ver custo de cilindro, fusor e outras peças. Quando descrevi a série 6000 das Ricoh a 2 anos atrás os custos completos apontavam um custo de impressão sem papel na faixa de R$ 0,60 a folha A3… Hoje deve estar oscilando em cerca de R$ 0,80.
      Essa é a minha indicação… no mercado livre estão por pouco menos de R$ 5 mil.
      Abraços,

  49. Wellington Fernandes

    Olá Paulo, primeiramente, parabéns pelo blog e por disponibilizar esta quantidade imensa de informações aos leitores. Gostaria de uma ajuda / opinião sua se possível.
    Pretendo adicionar em uma revistaria aqui da cidade os serviços de cópias, impressões, scanner, etc. Também vou aproveitar os equipamentos para confecção de talões personalizados e apostilas. Estava decidido adquirir uma HP 7612 + Canon 5310 mas o preço desta última disparou e quase não se encontra mais no mercado.
    Você mencionou que ultimamente não tinha uma boa indicação de impressora para dar no lugar da Canon, então pesquisando me deparei com a Multifuncional Brother MFC-J6920DW, o que acha dela? Vi que a mesma é A3 e faz scanner duplex como a Canon. Também vi que existem para ela algumas opções alternativas de suprimentos no ML (cartuchos recarregáveis).
    Lembrando que disponho algo em torno de 5000 e fora impressoras preciso de um kit de guilhotina, encadernadora, plastificadora e insumos.
    Pensei nesta Brother e em uma Ricoh Aficio Sp 4510sf…

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-815429989-multifuncional-brother-color-a3-mfc-j6920dw-j6920-nova-_JM

    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-787984006-impressora-multifuncional-ricoh-aficio-sp-4510sf-copimaq-_JM

    O que você me recomendaria?

    Um abraço,

    Wellington.

    • Paulo Valle
      Author

      Welligton,
      Olhei uns videos da brother e não consegui visualizar direito a real velocidade dela… aparentemente ela imprime toda dentro da maquina e só no final solta a folha… isso dá uma impressão de ser veloz, mas na verdade o tempo entre clicar no botão de copia e sair a folha foi enorme… nenhum vídeo mostra cópias ou impressões repetidas, o que daria para medir a velocidade real… a maquina precisa de mais análise tanto na qualidade dela quanto na velocidade… o custo de impressão, como ela também tem bulk, fica mais ou menos igual as que indicamos aqui… mas essa questão de qualidade / velocidade deve ser analisada antes da compra. A vantagem é ser uma maquina A3, mas falta saber se ela tem vantagem em relação a HP 7612.
      A Ricoh que você apresentou é monocromatica… tá ok… n ão é colorida.

  50. Bruno Teixeira

    Olá Wellington, a Canon Maxify 5310 foi descontinuada no mercado brasileiro, quem ainda a tem para a venda tentar empurrar o equipamento por um valor absurdo, essa impressora fez sucesso no mercado nacional mas o seu custo claramente evidenciava que ela estava sendo vendida com subsídio, o objetivo era lucrar com a venda de tinta que não ocorreu, o pessoal começou a adaptar bulk e acabou com as perspectiva da Canon de obter receitas com a venda de insumos.

    A aquisição de qualquer HP tem que ser analisada cautelosamente, a verdade sem enfeites é que comprar uma HP para usar consumíveis originais é como assinar um contrato de aluguel para o resto da vida útil do equipamento, não bastasse isso a fabricante vem bloqueando paulatinamente o uso de bulks externos e cartuchos que não sejam originais, nunca teve viabilidade para o usuário doméstico que tem que pagar o valor de um rim para ter acesso aos consumíveis originais, imagina para aqueles que precisam lucrar com ela sem usar as alternativas que ela combate.

    Eu tenho uma posição completamente contrário ao Paulo, a HP está se tornando cada vez menos viável, se não fosse verdade empresas de outsourcing continuariam apostando na marca, veja o exemplo da Mundo Color que está constantemente tentando achar alternativas para reduzir a sua dependência de equipamentos dessa fabricante, não disponibiliza peças para reposição, hoje você encontra dificuldades para encontrar uma cabeça de impressão ou uma correia dependendo do modelo que tem em mãos, o preço da tinta original é impraticável obrigando o usuário a achar alternativas como o uso de bulk que vem sendo ferrenhamente combatido nas últimas atualizações e equipamentos lançados, muitos modelos não aceitam mais compatíveis enfim…

    A Epson é mais lenta que a concorrente e isso pode impactar na produtividade dependendo do objetivo de quem irá utilizá-la, hoje você adquire uma L375 ou uma L475 e paga o refil colorido apenas R$39,00 na Faresprint.

    http://www.faresprint.com/ecommerce_site/produto_15869_8058_Refil-Original-p-Epson-Color-L200-L210-L355-L555-L365-L375-Valor-unit-das-coloridas

    O refil preto pode ser adquirido por R$47,00 no Walmart

    https://www.walmart.com.br/refil-epson-t664120-preto-l200-l110-l355/informatica/3214533/pr

    O equipamento é mais lento mas as últimas versões com tanque de tinta apresentam uma velocidade aceitável para impressões monocromáticas, é o caso da L375 e da L475. As impressoras são mais caras mas a facilidade de economizar com tintas similares e de boa qualidade é enorme.

    • Paulo Valle
      Author

      Bruno,
      Nossos opiniões não são tão diferentes assim… o texto foi escrito antes da subida de preços. Nos comentarios já discutimos essa mudança de mentalidade das empresas.
      Continuo procurando uma boa maquina a custo acessível… o mercado está bem difícil atualmente.
      A epson infelizmen te ainda não acertou na questão de velocidade.
      No momento estou analisando o porque das Memjets não estarem entrando em nosso mercado… ela atenderia esse nicho sem grandes problemas.
      Vamos aguardar.
      Abraços,

    • Paulo Valle
      Author

      Bruno,
      Olhei vídeos dessa maquina e não consegui chegar a uma conclusão a respeito da velocidade dela.
      Você tem mais detalhes e algo que possa mostrar a qualidade e velocidade dela?
      Abraços,

  51. Emerson

    Boa Noite, Paulo!
    Parabéns pelo texto! Percebemos sua importância, pois mesmo após mais de 1 ano depois de sua publicação, os comentários continuam até os dias de hoje!

    Olha só, precisarei imprimir uma grande quantidade de folhas. Aproximadamente 4 mil folhas. E depois não mais! E essas impressões não serão de uma só vez!
    Serão apostilas, portanto, basicamente textos, alguns gráficos, coisas do tipo! Mas terão de ser impressões coloridas.
    Li esse artigo do seu blog, gostaria de sua ajuda sobre o que seria melhor (financeiramente): adquirir uma impressora( qual? Jato ou laser?), ou fazer essas impressões em uma gráfica?
    Preciso levar em consideração que adquirir uma impressora significa: possíveis problemas com manutenção, troca do toner vazio ou refil da tinta, enfim! Além do que, após todas essas impressões,a impressora não terá mais utilidade alguma pra mim.
    Uma outra questão, precisaria que as impressões fossem rápidas, caso financeiramente seja mais viável adquirir uma impressora.
    Agradeço desde já sua ajuda,

    Emerson

    • Paulo Valle
      Author

      Emerson,

      Vou fazer uma pequena conta.
      Primeiro é preciso saber a qualidade dessas impressões.
      Com certeza você deve saber distinguir a qualidade de uma impressão jato de tinta de uma laser.

      Vou iniciar pela jato de tinta.
      Uma Canon 5310 com bulk fica na casa dos R$ 1600 … ela faz essas 4000 impressões em cerca de 14 horas mais ou menos.
      O custo de impressão vai ficar por cerca de R$ 0,03 e o papel fica por R$ 0,04… num custo de R$ 0,07 O custo de ficar vigiando a impressora você vai avaliar aí.
      O total gasto com as impressões será 4000 x R$ 0,07 = R$ 280 Total geral com a aquisição da maquina – R$ 1880

      Eu cobro aqui R$ 0,40 a pagina… 4000 x R$ 0,40 = R$ 1600 … fazendo a conta pura de gasto é mais vantagem terceirizar… mas se fizer sozinho vai ganhar a impressora para uma outra oportunidade gastando apenas R$ 280 e o seu tempo de produção.

      O mesmo raciocínio vale para a laser… aqui eu não tenho o custo real delas por não ter ela instalada… mas acredito que a sua impressão própria vai ficar em cerca de R$ 0,80 e a terceirizada cerca de R$ 1,40… isso te dá R$ 2400 para a compra de uma impressora que te atenda (4000 x 0,60).

      Fazendo essas contas eu acho que valeria a pena comprar uma maquina… na hora da compra verifica bem o custo dos insumos… no texto que você leu lá no blog tem como fazer uma estimativa do custo pegando o valor do cartucho e as especificações de fábrica.
      É só fazer conta e decidir.

      Abraços,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *