Policromia – aprendendo em sua impressora doméstica

3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 3 3 Flares ×
Policromia

Policromia

Algum tempo atrás prometi explicar de uma maneira melhor o processo da policromia.

Neste tutorial, você vai usar sua impressora doméstica para entender como funciona a policromia.

Agora, prepare-se e vamos ao trabalho.

Policromia na sua impressora doméstica

Policromia na sua impressora doméstica

O QUE PRECISAMOS?

Para fazer este tutorial você precisa:

  1. baixar o arquivo final
  2. baixar o arquivo com as separações
  3. uma impressora colorida
  4. papel

 

 

ENTENDENDO A POLICROMIA

Baixe os arquivos e coloque em uma pasta ou no seu desktop.

Ligue sua impressora, coloque folhas novas. Mas cuidado… Para que tudo saia bem direitinho as folhas devem ser perfeitamente alinhadas. Use as guias da impressora para deixar elas bem justas.

Agora siga estes procedimentos:

  1. Abra o arquivo policromia_separacao.pdf
  2. Imprima na sua impressora colorida
  3. Você vai obter uma folha de cada cor CMYK separadas. Estas são as suas chapas na cor da impressão.
  4. Agora com o mesmo arquivo imprima somente a pagina 1
  5. recoloque a folha impressa na impressora com a face de impressão na posição correta para imprimirmos de novo na mesma face.
  6. Imprima a página 2. Se tiver errado na colocação da folha, volte ao passo 4 e recomece.
  7. Recoloque a folha na posição correta e imprima a pagina 3.
  8. Por fim recoloque a folha e imprima a pagina 4.
  9. Para comparar abra o arquivo policromia.pdf e imprima.
Composição em policromia

Composição em policromia

Se fez tudo correto, você deve estar com uma impressão perfeita, uma impressão com a montagem, que pode estar com o registro perfeito ou não e 4 folhas com as cores separadas.

Com isso você percebeu que a impressão não é tão fácil assim.

ERROS POSSÍVEIS

Olhando o processo, você percebeu como é montada as cores no processo CMYK (policromia).

O primeiro erro que pode ter havido foi que as folhas não passam perfeitamente na mesma posição. Pode ter havido a chamada Falha de Registro. Isto se deve ao reposicionamento das folhas. Na impressão offset também ocorre este erro, mas de maneira muito sutil e só na menor parte das folhas. A industria procurou através dos anos melhorar o registro de suas impressoras com excelentes resultados.

Um erro que você não vai encontrar, mas que ocorre no processo offset e a quantidade de tinta aplicada, que pode variar por erro ou dificuldade de controle do impressor. Se quiser visualizar como fica, repita o processo passando duas vezes uma das cores, por exemplo: C+M+M+Y+K  ou mesmo C+C+M+Y+K  ou ainda C+M+Y+Y+K

 CONCLUSÃO

Se você é leigo, ou é um gráfico pequeno, talvez não tenha tido oportunidade de conhecer este processo.

Este post foi destinado a vocês!

Espero que tenham gostado, até o próximo post.

Não deixem de indicar para seus amigos.

Você pode gostar também de:

3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 3 3 Flares ×

3 comentários

  1. Anisio Assumpção

    Bom dia amigo Paulo valle, agradeço a ajuda no tutorial que voce postou no forum, muito bacana, mas ainda não é isso que preciso… o precesso eu conheço bem. Eu estou precisando de algum software que não seja o photoshop que faça esse processo do tutorial mas que me de os arquivos para eu enviar para meu impressor de offset. Ele precisa fazer essa visualização, do jeito que esta ai em cima no totorial, esta perfeito. Mas eu preciso enviar pra ele visualizar cada cor e a juncao delas separadas. No photoshop eu fazia na boa, mas estou sem a licença e gostaria de usar algum programa mais leve apenas para gerar esse prevew para ele. Grato pela ajuda amigo.

    • Paulo Valle
      Author

      Anísio,
      Todos os softwares gráficos profissionais tem a parte de separação de cores no seu painel de impressão. Lá costuma ter a opção imprimir separações em cores e dá para selecionar que chapa está imprimindo. Usando ela você pode seguir o tutorial que eu passei e fazer a impressão de como seu operador vai ver a chapa… só precisa de uma impressora colorida jato de tinta ou laser ou mesmo ploter. entra no programa e imprime apenas a chapa ciano, depois a chapa ciano e magenta e depois a ciano+magenta+amarelo e por ultimo o CMYK completo… é bem simples de fazer… o corel faz desde suas primeiras versões. Creio que toda linha da Adobe tenha também essa funcionalidade.
      Testa aí e se tiver dificuldade me fala… seria interessante dar uma boa olhada no driver de saida do programa que você usa.
      Abraços,

  2. Pingback: Entendendo de gramatura e tipos de papel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *