Baixa nos juros – A hora é agora!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

A baixa dos juros não é nenhuma novidade. Basta acompanhar os noticiários e ver as propagandas na televisão, que passam a cada minuto, para ver o nível que chegaram os juros no Brasil. Chegou a hora de olharmos as finanças de nosso negócio e mesmo nossas finanças pessoais para ver o que pode ser feito. Veja agora este pequeno tutorial.

Onde a baixa dos juros nos afetam

Temos duas situações básicas nas nossas vidas profissionais e pessoais. Ou somos devedores ou investidores.

Com a queda nos juros, tanto um quanto o outro são afetados.

Podemos ter uma empresa com problemas financeiros. A baixa nos juros nos permitem trocar dívidas com juros altos por juros baixos. Assim você no final das contas passará a dever menor e poderá pagar de uma forma mais amena sua dívida.

Caso sua empresa seja uma das privilegiadas que viviam dos juros das aplicações financeiras, esta é uma hora delicada, pois todas as aplicações, de uma hora para outra, estão oferecendo juros menores para os investidores. Quem está nessa situação terá que repensar sua estratégia.

Mas, o que fazer em cada caso?

Calculando os melhores juros

Trocando dívida

Tá certo, você é uma das pessoas cheias de dívidas. Seu gerente de banco já te olha de “rabo de olho” e você não consegue grandes coisas com ele.

Essa era exatamente a minha situação pessoal. Eu devia um valor acima de 50% dos meus rendimentos, que vinham sendo rolados há anos. Um dos bancos com melhores taxas (o Banco do Brasil) me oferecia taxas de mais de 6% para renegociar a dívida. Eu nada podia fazer usando o Banco do Brasil, pois este meu histórico me brecava.

Fui a Caixa Econômica Federal, abri uma conta. Transferi a entrada de meu salário para lá, e usei meu único bem de valor, um carro 1.0 mais ou menos novo, como garantia. Consegui uma taxa de 1,85% para um empréstimo de 18 mil o qual irei pagar em 36 parcelas de R$ 720. Algo bem melhor do que os R$ 2000 que eu teria que pagar em 24 meses e mais dívidas em todos os cartões. E ainda sobrou um pouquinho para deixar de reserva estratégica para as contas Não virarem mais por ter que pagar contas antes das entradas dos vencimentos.

A sua situação pode ser inversa em relação aos bancos (dever a caixa e não ter conta no Banco do Brasil). O importante é que está fácil de obter empréstimos e com juros muito baixos. É uma oportunidade de ouro para ajustar as finanças.

Saia da atitude passiva e seja ativo na busca de uma situação melhor. O gerente do banco não morde.

Investidor! Hora de mudar o rumo da sua carteira!

Você vivia de renda fixa ou tesouro direto? Os juros caíram e acabaram com seus planos para o futuro?

Agora é a hora de olhar para seu negócio e investir nele.

Por mais arriscado que seja, o investimento no próprio negócio é disparado aquele que obtém o melhor rendimento.

Você pode aplicar o seu próprio dinheiro ou aproveitar os juros baixos para alavancar o seu negócio com dinheiro “dos outros”.

Faça um plano de crescimento para sua empresa. Descubra onde e como crescer. Estude quanto será necessário e saia a busca de investimento para seu negócio.

Muitos empresários reclamaram por anos que não podiam crescer devido às altas taxas de juros. Isto mudou! Vai inventar outra desculpa? Se eu fosse você aproveitava o momento agora.

Não preciso dizer que esta é uma “janela histórica” para o empresariado brasileiro. Pode durar 1, 2 ou mais meses. E mais importante, pode acabar a qualquer momento. Quem aproveitar a janela aberta pode se diferenciar no mercado a longo prazo.

Quem não aproveitar vai ficar “chupando o dedo” e se lastimando por não ter feito nada.

Os juros podem abaixar ainda mais? Basta refinanciar tudo de novo daqui a alguns meses.

Mas, e se aumentar? O que você vai fazer? Chorar?

Investimentos em gráfica

Você tem pesquisado preços de produtos gráficos? Tem visto quanto custa aquela offset nova que você tanto quer e nunca pode comprar? Seu gerente sempre te negou crédito e você tem medo de tentar?

Pesquise os preços e compare com os preços de alguns meses atrás. Você vai notar a diferença.

Os bancos públicos saíram na frente e tem cotas a cumprir. Os gerentes têm que bater estas metas e garanto que muita coisa mudou na avaliação de créditos.

Mesmo que esteja em situação ruim, dá para melhorar a situação.

Tente novos relacionamentos bancários. Sugiro tentar ser cliente da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

Se já está enrolado com ambos, se alavanque em um deles para limpar o histórico no outro.

Foi o que eu fiz entrando para a Caixa e cobrindo o meu empréstimo com o Banco do Brasil. No dia seguinte ao que paguei minha dívida de 6%, minha linha de crédito subiu e está sem conversa nenhuma com gerente em apenas 4%. Garanto que se eu for bater um papo com ele consigo hoje os mesmos 1,85% que obtive na Caixa. Mas deixarei de reserva esta opção: Vai que os juros despencam ainda mais e eu resolva trocar minha dívida de 1,85 por uma de 1,3% ou menos?

Agora eu tenho controle da situação! Que tal você tomar controle da sua?

Investimentos em gráfica

O que fazer agora?

Neste instante sugiro que você leia outras postagens minhas:

Medo de mudança?

Reconstruindo seu negócio gráfico

Nelas você irá perceber várias coisas que podem ser feitas para se diferenciar no mercado.

Estas ideias aliadas a baixa nos juros pode ter um impacto muito grande no seu negócio.

Sei por vivência própria, que terei umas 500 pessoas lendo este post nos próximos dias. Destes, apenas umas 5, tomarão a atitude de mudar de fato a sua situação atual. Uns 40 pensarão em mudar mais não farão nada de fato. Todo o restante deixara passar a “janela de oportunidade” mais uma vez na vida e voltarão a reclamar de seus problemas.

Em qual grupo você deseja estar? Comente aqui e de fato faça a mudança!

Aguardo seus comentários, contando sua decisão e os resultados obtidos.

Conclusão

Como dito, estamos numa situação histórica no Brasil, com uma janela de oportunidade que nunca houve no Brasil.

Cabe a cada um de nós analisar sua própria situação e fazer a mudança no seu futuro.

Esta janela não deve durar muito, pois nosso governo é movido a excessos, tanto para liberar crédito quanto para bloqueá-los.

Hoje a situação é favorável, amanhã poderá não ser.

Aproveite a chance que a vida está lhe dado e mude!

Espero que tenham gostado deste post.

Nos encontraremos de novo, na semana que vem!

Abraços a todos!

Você pode gostar também de:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *