Áreas do Design Gráfico – Produção Gráfica

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 1 1 Flares ×

Olá pessoal! Continuando nosso tema sobre Design Gráfico, hoje vamos falar um pouco sobre a área de Produção Gráfica. É claro que a área em qual trabalho, tinha que ser a primeira não é?! Brincadeiras à parte, vamos entender o que é, e o que faz um profissional desta área. Preparados?

O que é Produção Gráfica?

É a área que avalia a competência, custos e cumprimento dos prazos de fornecedores terceiros, para contratar serviços e materiais necessários à preparação de artes-finais sob forma manual ou eletrônica. É um conjunto de operações envolvidas na materialização de qualquer projeto gráfico.

Pode ser um simples cartão de visita até livros, brochuras, folhetos, embalagens, rótulos, cartazes, entre tantos outros que combinam vários tipos de materiais e de técnicas. Seu objetivo é a perfeita execução nos processos de pré-impressão, impressão e pós-impressão.

A produção gráfica e o design são atividades fundamentais nos mercados publicitário e editorial.

profissional produção gráfica

profissional produção gráfica

O profissional de Produção Gráfica

Um bom profissional de design e produção gráfica deve estar preparado para cuidar de todas as etapas que transformam o projeto gráfico em um produto final.

A formação eclética desse profissional exige uma vasta experiência.

O Produtor Gráfico é o profissional que ajuda e analisa a ideia do Designer ou Criativo, percebendo a melhor forma de produzir esta mesma ideia.

Questões do tipo: Qual material aconselhado? Qual processo de impressão utilizar? Qual a gráfica indicada para fazer o trabalho?

Após uma análise aprofundada do projeto, se faz necessário ir atrás dos orçamentos e prazos para produção do trabalho.

Após aprovação dos orçamentos e prazos, se dá início a produção com várias fases que devem ser controladas bem de perto, para não acarretar em possíveis “surpresas”.

As etapas da Produção Gráfica

Para entender melhor essa área tão rica do Design Gráfico, podemos dividir a Produção Gráfica em quatro etapas:

  1. Projeto – É nesta etapa em que ocorre o trabalho do designer no planejamento visual gráfico. Esta etapa se encerra quando o trabalho é aprovado e o original se torna um arquivo fechado.
  2. Pré – impressão – Uma etapa onde se deve tomar muitos cuidados depois de finalizada a arte, pois qualquer erro interfere diretamente no processo da impressão. Já uma pré-impressão bem feita, pode corrigir eventuais falhas no arquivo original e proporcionar uma impressão de melhor qualidade.
  3. Impressão – Inicia-se com a produção da matriz e ocorre o processo de impressão das cópias em máquinas específicas, de acordo com a forma de impressão escolhida para o trabalho.
  4. Pós – impressão – Tudo o que ocorre após a impressão e antes do empacotamento ou entrega do material, é todo o acabamento desempenhado nos produtos impressos, como cortes, verniz, encadernação  etc.

produção gráfica

produção gráfica

O mercado para os Produtores Gráficos

Pode- se trabalhar em Agências de Publicidade e Propaganda – como é o meu caso – Escritórios / Bureaus de design, Departamentos de Marketing, Agências de Comunicação Integrada:  Jornalismo e Relações Públicas, Produtoras de Vídeo ou até mesmo como autônomo.

O mercado de Design Gráfico é muito amplo e está crescendo cada vez mais, cabe a você escolher qual caminho deseja seguir. Gostou de saber mais sobre Produção Gráfica? Na próxima postagem falaremos sobre mais uma área do Design Gráfico – O Design Editorial. Não perca!

Assine o feed de notícias para não perder nenhuma postagem, curta nossa página no facebook, indique o blog para seus amigos. Vamos espalhar o conhecimento. Até a próxima pessoal!

Gabriele Santana

Você pode gostar também de:

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 1 1 Flares ×

9 comentários

  1. Bruno Simomura

    Olá Gabriele,

    Bem legal o conteúdo, eu acredito que é muito importante manter alinhada a comunicação entre a equipe de criação e da produção gráfica, assim como citado, sobre a possibilidade até de sugerir um melhor material ou adaptação mais viável para a idéia.

    Abraços

  2. Saudações Gabriele!

    Venho acompanhando essa série de artigos e confesso que estou gostando muito, embora eu nunca tenha trabalhado nessa área, mas posso imaginar todo o processo relacionado a produção e qualidade. Diferente de uma gráfica, mas semelhante em processos de produção e qualidade é o trabalho de uma cerâmica de pisos. Trabalhei por 2 anos e 4 meses, entrei como auxiliar e com o tempo passei a ser operador de maquinas. Onde tive um braço quebrado e até hoje tenho 7 parafusos no braço rsrs. Você precisa ver quanto processo o barro passa para chegar a forma perfeita de um lindo e belo piso.

    Cada detalhe tem que ser bem analisado, caso contrário todo o trabalho em relação a produção e a qualidade é seriamente comprometida. Vou parar por aqui, tinha escrito mais coisas detalhadamente, mas quando me dei conta, ia ficar muito grande o comentário, então presei em deixar somente essa parte. Estou ansioso pelos próximos artigos. Abraços para essa equipe nota 10!

  3. Gabriele Santana

    Oi Bruno e Mirko!

    Interessante o ponto de vista de vocês! Na verdade, não é só no Design Gráfico que podemos ver todas as etapas de trabalho. Isso só demonstra como é importante o trabalho em equipe, o diálogo, o passo a passo. Cada um tem o seu papel fundamental para que o projeto dê certo, desde a ideia até o resultado final. Tô adorando os comentários! Até mais!

  4. Fredh

    Olá Boa Tarde…..
    Gostaria de saber se é possível me ajudarem a conseguir o código de ativação e número de série do CorelDRAW GRAPHICS SUITE X6……
    Tenho ele mais expirou o prazo e tenho que terminar uns trabalhos e não consigo abrir mais nada….
    No mais se for possível caso não, agradeço pela atenção de todos, programa é muito bom de trabalhar com ele.

  5. Carlos Oliveira

    Esse site é o maximo, gostei muito, pena que na area de designer grafico( principalmente no meu estado ) existam tantos amadores gananciosos e clientes que ainda não conseguem reconhecer o valor de um trabalho de design bem colocado, principalmente na aréa de comunicação visual, são muitas empresas que desvalorizam seus designers e oferecem qualquer coisa ”bonitinha” por um valor desleal ao real custo de um design todo trabalhado

    • Carlos,
      Este é um mal de todo mercado não regulamentado.
      Profissões regulamentadas como os contadores, engenheiros e advogados, tendem a ter menos disparidades, tanto na qualidade dos serviços, quanto nos preços cobrados.
      O bom é que o mercado de designer começa a ser regulamentado. Leia a postagem sobre a ADG (https://www.cardquali.com/voce-conhece-adg-brasil/) popis é através de associações como ela que será possível dar uma “ajeitada” nas coisas para uma futura melhora.
      As associações não são um espetáculo, mas são pelo menos uma tentativa de acertar as coisas e é pela participação dos associados que se consegue as coisas.

  6. Fagner Felipe Queiroz de Melo

    Gabriele, sou seu coterrâneo, Nordestino. Sou de PE.
    Faço a Facul de Design e estou estagiando(começei agora) e ganho muito pouco e tava desanimado com a valorização do Design aqui no NE, mas seus conselhos me animaram e foram utéis. OBg. Espero que em um futuro proximo sejamos reconhecidos e valorizados.

    • Oi Fagner, que bom achar um conterrâneo! Sou da PB, mas há 5 anos moro no PR. Vi que gostou do post, fico feliz. Eu não sei como anda a questão de salário para designers aí no nordeste, pois não cheguei a atuar nesse mercado aí. Me formei em 2006 e devido a essa dificuldade de encontrar emprego na área, me mudei pro Paraná. Aqui sobra emprego na área de design, com salários que variam de 500 a 2000 reais, só pra você ter uma base. O conselho que te dou é pra ter paciência, você disse que começou a estagiar agora, então acredito que essa questão sobre salário baixo vai perdurar mais um tempo rs. Vai se especializando, procure outro estágio ou até emprego efetivo se for o caso. Mas infelizmente ainda pagam mal. Considero que atualmente eu ganhe pouco ainda para as funções que exerço, mas os freelas me ajudam bem. Espero poder ter te ajudado, força e até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *