5 boas dicas para designers gráficos

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

Confira 5 dicas que vão ajuda-lo a tornar-se um bom designer gráfico.

O designer gráfico vem ganhando cada vez mais espaço desde a chegada da internet e o surgimento desenfreado de novas tecnologias. A área de Design Gráfico se concentra em projetos gráficos para anúncios, publicações, jornais e vinhetas para TV e internet. O designer gráfico atua criando logotipos para empresas e produtos, além de torna-los mais atrativos e trabalhar com ilustração de textos, páginas de sites e embalagens, entre muitas outras atividades ligadas à profissão.

Para quem está iniciando na profissão e ainda não adquiriu muita experiência como designer gráfico, listamos alguns pontos interessantes que fazem parte da carreira de qualquer designer gráfico e que irão ajudar você a melhorar seu modo de atuar.

 

 

Em busca de emprego? Acesse Jobtonic e encontre 379 empregos para Designer Gráfico disponíveis em São Paulo e em todas as regiões do Brasil.

 

designer_grafico_01

 

1. Colecione Designs

Sempre que você estiver andando na rua e encontrar folders, panfletos ou anúncios que forem visualmente interessantes para você, leve para casa. Eles são úteis para ajudar você a desenvolver ideais inovadoras e servirão como fonte de inspiração na hora de você criar seu próprio projeto de design. Já na internet, é possível circular entre milhares de páginas e acessar conteúdos interessantes que também serão referencia para trabalhos futuros. É só salvar o que for mais interessante para você.

2. Recorra aos livros

Os livros que estamos falando são sobre a área! Existem diversos livros interessantes sobre design, bem como livros que introduzam ou ensinam sobre novos softwares, tais como o próprio CorelDraw ou Photoshop, ferramentas muito utilizadas pelos designers gráficos. Outros livros sobre artes ou livros mais teóricos sobre a área também são muito bem-vindos na vida de um designer iniciante.

3. Busque por tutoriais

Os tutoriais são fonte de conhecimento para você poder expandir suas ideias e aprender a lidar melhor com as ferramentas que utiliza para criar seus projetos. Eles nos introduzem métodos e truques de trabalho que facilitam na execução das tarefas e aumentam nossas habilidades, economizando tempo e esforços.

4. Crie portfólios

Esse é um passo importante quando você chega em um estágio que já conhece um grande número de técnicas, já tendo adquirido alguma experiência no ramo. Sempre que você tiver um tempinho livre crie trabalhos fictícios com belos logos, montagens e design de sites para você poder apresentar a futuros clientes. Você pode publicar esses portfólios em sites, blogs ou nas próprias redes sociais. Vale lembrar que esse profissional pode tanto atuar para empresas como de forma autônoma e, para conseguir aumentar sua visibilidade no mercado, é preciso fazer a divulgação.

5. Invista nos trabalhos voluntários

Principalmente para quem está iniciando na carreira, uma ótima opção é trabalhar de graça. Sim, pode parecer estranho, mas trabalhar ao lado de entidades como abrigos, asilos, orfanatos ou ONGs com seus eventos e materiais talvez não traga recompensas monetárias, mas lhe trará muito mais visibilidade no mercado, além de ampliar seu networking e trazer a experiência do comprometimento com a profissão.

 

Você pode gostar também de:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

8 comentários

  1. Kilmer

    Referências… referências sempre serão usadas até quando se profissionalizar e eu indico 2 sites dentre vários que existem que podem auxiliar bastante:

    Arquivos para download e para inspirar vetores, fotos, ilustrações, logos e etc:
    freepik.com

    Uma infinidade de trabalhos e artistas gráficos que servem de inspiração:
    pinterest.com

    Abraços!

  2. Um dos profissionais mais sérios que eu ja vi neste ramo gráfico e designer,
    suas dicas são fundamentais para quem esta iniciando, aqui na baixada RJ procuro implementar suas dicas e idéias.

    Paulo Valle, parabéns pelo artigo!!!

  3. Inpalm Comunicação

    Inpalm Comunicação é a melhor opção de gráfica em Mesquita, Nova Iguaçú e Nilópolis.

    Trabalhamos com criação de sites, cartão de visita, banners, outdoors, adesivos, panfletos, logotipo, logomarca, convites de 15 anos, casamentos, aniversários e muito mais.

    Além disso tudo, temos o melhor preço.

    Com certeza somos a gráfica mais barata do Rio de Janeiro – RJ

    Acesse http://www.inpalm.com.br para saber mais.

    Somos considerada pelos nossos clientes melhor que as gráficas universo digital, shaovan e nova visual

    • Paulo Valle
      Author

      Vocês trabalham com revenda grafica no Rio de janeiro?
      Tem preços para revendas de cartões e panfletos.
      Me manda alguns preços e a forma de envio de material para vocês.
      Abraços,

    • Paulo Valle
      Author

      Ronaldo,
      A Pantone não serve de nada. A pantone só serve nos casos em que a gráfica irá necessariamente usar a tinta pantone usada.
      Mas vamos na prática… você vai fechar uma chapa de impressão só para você para rodar numa maquina de 5, 6 ou mais cores pagando mais de R$ 2 mil pelo serviço?
      A Coca-Cola faz e por isso usa o pantone vermelho da coca cola para garantir a cor padrão.
      Mas se você vai jogar o seu cartão numa gráfica que vai rodar junto de outros serviços para baratear o custo, vai rodar necessariamente em CMYK com baixíssimo controle de cores… por isso use cores CMYK e não complique os resultados… é melhor só usar o CMYK e escolher cores fáceis de trabalhar do que pegar uma cor complicada que quase ninguém imprima… cor pantone é coisa para empresa muito grande e com muitos recursos.
      Apenas para saber só a tinta custa mais de R$ 200 a lata… algumas cores atingem mais de R$ 1 mil… não é a gráfica que vai investir na sua cor e sim você.
      Abraços,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *