Revolução no País? Porque não revolucionar seu negócio!

14 Flares Twitter 5 Facebook 7 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 14 Flares ×

Televisão ligada. Protestos por todo o país. E por que não pensar em procurar revolucionar nossos negócios ou nossa carreira. O que podemos fazer? O que está ao nosso alcance e o que está fora de alcance? Vamos pensar um pouco?

Primeira mudança: Nós mesmos!

Parece incrível, mas a primeira mudança que deve acontecer somos nós mesmos!

Olhe todas as pessoas ao seu redor!

Você percebe quantas pessoas estão querendo que as coisas mudem e continuam fazendo exatamente a mesma coisa?

Como é possível colher resultados diferentes, tomando sempre as mesmas decisões?

Com você, com certeza deve acontecer a mesma coisa. Queremos mudança, mas ela nunca acontece.

Isto ocorre porque ficamos perdidos na rotina, fazendo as coisas automaticamente.

Eu poderia dizer que mudar dói!

E o que fazer para mudar realmente?

Decidir mudar!

Este é com certeza o primeiro passo. Decidir mudar é assumir que está fazendo algo errado.

E você? O que tem feito de errado?

Continua atendendo clientes que não gosta e que vivem te dando prejuízo?

Ou deixa aquele cliente falador fazer você perder tempo e não fazer a sua produção como deveria!

Não consegue deixar de atender os clientes, e mesmo contratando vendedores para agilizar as vendas, volta e meia sai correndo para dar a cara com o cliente… viciado em atendimento.

E você pode estar viciado em outras coisas… produção… arte final… finanças… e muito mais.

Momento de mudar!

Descobrir os erros e tomar as decisões

Em seguida, sabendo que precisa mudar, precisamos descobrir os nossos erros.

Avalie calmamente que erros tem cometido.

Sabendo dos erros, tome decisões de coisas a fazer, que possam trazer novos resultados.

As suas atitudes devem ser diferentes, senão volta ao mesmo resultado negativo.

No momento não é nem importante tomar a decisão certa. Basta que seja uma decisão diferente.

O resultado poderá ser positivo ou negativo… só saberemos testando.

O importante é que assim vamos quebrar a grande barreira das mudanças, e as mudanças seguintes serão mais fáceis de serem executadas.

Se o resultado for positivo, não se prenda nele, teste outras opções para verificar se a decisão acertada foi realmente a melhor a ser tomadas… pode até colher um pouco os frutos antes de nova mudança… mas não deixe de fazê-la assim que reavaliar a situação.

Inércia: A grande barreira!

Decidiu mudar, avaliou os erros, traçou o caminho para tentar mudar?

Agora vem o momento crucial! Sair da inércia!

Quer ver como funciona? Deixa eu citar um exemplo simples que deve ocorrer com muitas pessoas.

Você se acomoda, e começa a engordar! Seu peso vai subindo 1, 2,… 20 kg ou mais.

Começam os problemas de saúde! Fica difícil amarrar o sapato… se cansa facilmente.

O motivo é obvio… seu corpo costumava carregar 70 kg e agora tem que suportar mais de 100 kg. É preciso emagrecer. A melhor forma… a tradicional caminhada.

Já percebeu que começar a caminhar é um grande obstáculo? Você consegue adiar por anos. Um dia por que está frio, outro é a chuva, outro foi por que dormiu tarde, mais outro porque não acha a roupa certa, porque está sem sapato,… desculpas mil!

Mas você começa a caminhar… o primeiro dia é difícil e dói um bocado… mas é bom. Vem o segundo dia e melhora um pouco. Depois de uma semana você não quer outra vida! Um mês depois, quando vê o seu peso na balança… quanta empolgação!

Se identificou com o relato?

Você está na fase das desculpas ou já fez a mudança? Eu estou no quarto dia de caminhada!

Inercia do estado tem nome

Manutenção da estratégia

Fez as mudanças? Achou os erros e já tem uma estratégia?

Faça desta prática uma constante busca por melhora!

É muito fácil desejarmos coisas impossíveis.

Imagine você ganhar R$ 800 e desejar ganhar R$ 30.000.

É uma mudança e tanto. Beira o impossível.

Se você continuar a cabular aula, vai chegar a este resultado? Com certeza é bem difícil!

Agora imagine que você decida mudar! Assista uns cursos gratuitos na internet sobre uns 10 assuntos que possam ser úteis.

Será que você não pode conseguir um emprego um pouquinho melhor ou tocar o seu negócio com um pequeno diferencial que colha algum resultado… digamos que passe para uns R$ 1.500?

É bem possível que consiga!

E com os R$ 700 que vão sobrar por mês… não pode pagar uma universidade? Fazer um curso de Design, Publicidade ou Comunicação Social!

Terminado o curso, ou mesmo cursando o tal curso, não é possível chegar a um salário de R$ 2500 ou conseguir melhorar seu escritório? Também é possível!

E não será possível subir na sua carreira recorrentemente até chegar ao impossível?

Claro que é! É até natural! Faz parte da vida crescer! Mas só se cresce arriscando nas mudanças!

Minha dica é transformar o impossível, numa série pequena de coisas possíveis. E escreva num local que não perca!

Pode até fazer anualmente, aproveitando as mudanças de ano para fazer as revisões da estratégia.

Eu tenho feito isso e tem funcionado.

Eu fiz isso! Decidi na virada do ano que mudaria de emprego e que começaria a trabalhar em meu próprio negócio.

Estou aqui quase passando fome (brincadeirinha… só estou duro), mas tenho até o final do ano para ganhar mais do que eu ganhava. Estou certo que vou conseguir… afinal… já consegui dar minha caminhada e já estou perdendo peso… por que não vou conseguir o mesmo na minha empresa?

Minha estratégia foi traçada no inicio do ano… Já revisei um monte de vezes…mudei de caminho outras tantas… mais o resultado final vem sendo perseguido!

AVISO: Nunca perca de vista seu objetivo.

Outras coisas mais fáceis podem aparecer no caminho, mas não são o seu objetivo. Você pode revisar seu objetivo, afinal você pode errar ao traça-los, mas não deixe de traçar um novo caminho que nãopare naquele ponto.

Checagem dos resultados

De que adianta manter algo que não está trazendo bons resultados?

Seu objetivo pode ser chegar ao topo do Everest e passar o resto da sua vida lá.

Mas chegando lá, você percebe que falta oxigênio, alimentos e é extremamente frio. Não dá para viver lá!

Por que não mudar o plano para, uma vez chegado ao Everest, procurar Shangrilá e viver num clima mais ameno e com uma melhor qualidade de vida. Olhando lá de cima deve ser fácil de achar. Dizem que fica em algum lugar entre esta grande cordilheira de montanhas.

E no seu negócio… será diferente?

O que é mais importante… ser líder de mercado e trabalhar como um burro ou ser o segundo ou terceiro do rank e ter uma boa qualidade de vida e uma posição mais ou menos estável?

Vale a pena pensar nisso: Dinheiro ou qualidade de vida? O equilíbrio é sempre uma boa coisa… procure chegar nele.

Conclusão

Quanta enrolação,não é?

Tudo isso devido aos milhões de brasileiros protestando nas ruas e eu aqui pensando no que falar para vocês!

Mas acho que a mudança é por aí mesmo!

Pedir que os impostos baixem ou que sejam mais bem usados.

Acabar com a desculpa que subsidiam ônibus! Afinal,os impostos dos combustíveis são cobrados ou não das empresas de ônibus? São! E são bem pesados!

E este é o maior custo das empresas.

O governo nada mais está fazendo do que devolver o imposto do combustível cobrado das empresas, através do subsídio, que por sinal é bem mixuruca.

E no Rio, por que isto só está acontecendo depois de tirarem as vans das ruas e colocarem grande parte da frota nas mãos do governo, através dos BRTs. É um pouco de falta de senso… é querer ganhar dinheiro onde não se deve.

Vamos deixar de campanha política!

Nas próximas eleições, lembrem-se de mim!!!

Brincadeiras a parte, um abraço a todos!

E um bom Brasil para vocês e para toda sua família.

Curso de Photoshop

Você pode gostar também de:

14 Flares Twitter 5 Facebook 7 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 14 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *