Produtos! Você tem?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

A uns dias atrás eu estava andando com minha esposa por um grande shopping do Rio em buscas de alguns itens que estavam faltando em casa. Entramos em várias lojas e não encontramos. O pior era que as lojas pareciam estar cheias das mesmas coisas, ou seja, faltava opções de produtos. Daí pensei: será que não estamos fazendo o mesmo com nossos clientes em nossas gráficas?

A realidade das pequenas gráficas

Pense bem! O que vem a mente quando estamos entrando numa pequena gráfica?

A maioria vai dizer que são talões, cartões e panfletos. Um ou outro vai oferecer um convite ou fichas, mas muitos nem pensam em rodar produtos em papel grosso.

Se pedir um envelope então, vai ouvir coisas como a perda do envelope, não poder ter mais de uma cor ou mesmo um “vou ver se passa na minha máquina”.

É claro que as grandes distribuidoras melhoraram muito essa situação, mas a maioria continua empurrando exatamente os mesmos produtos. Parece haver um certo receio de migrar para outras áreas ou produtos.

Aqui neste ponto também me incluo, pois eu tinha muito receio de fazer produtos os quais não estava habituado.

Esta é uma reação natural, pois para oferecer novos produtos precisamos sair da nossa “zona de conforto”, arriscando pelo menos por um tempo de que venham a ocorrer erros com os quais não estamos acostumados.

Mas será que esta é uma atitude sensata?

O que o cliente procura

O cliente quando entra na sua loja, muitas vezes nem sabe exatamente o que quer.

Não raras vezes ele quer ver seu mostruário.

Na verdade o cliente quer se diferenciar no mercado. Isto vale para o pequeno e grande empresário, para o casal de noivos, e até pessoas que querem fazer um simples cartão pessoal.

Se diferente equivale a ser lembrado. Por isso todos procuram algo novo.

Mas como a maioria raramente entra numa gráfica, chegam pedidos, em busca de algo que possam ver e entender.

Explicar tudo que pode ser feito, apenas usando palavras, não costuma ser eficiente.

O cliente que ver o que está sendo oferecido.

Mas como mostrar para o cliente, se você nunca fez aquele produto?

O que o mercado oferece

De um tempo para cá, o mercado evoluiu muito!

Hoje os grandes distribuidores oferecem uma grande gama de produtos.

Uma mesma base pode gerar uma infinidade de produtos. Por isso os que estão na frente em inovação, estão sempre atentos ao mercado, oferecendo sempre novos produtos.

O básico são os cartões e panfletos. Mas destes podemos ter cartões duplos, postais, folhinhas usando a mesma base dos cartões. Podemos ter ainda cartazes e folders usando a base dos panfletos.

O mais antenados, oferecem variações mais raras como ventarolas, calendários de mesa, revistas e cortes especiais. Chegam a montar outras bases, como por exemplo linhas em papel comum ou reciclado, fazendo também envelopes, receituários, etc.

Mas e nós, na condição de clientes, pegamos estes produtos? Oferecemos para nossos clientes? Criamos produtos novos encima das bases por eles oferecidas?

Não! Na verdade continuamos a oferecer os mesmos produtos de sempre.

E de outras áreas?

Até agora só falei de produtos gráficos.

Mas o cliente quando entra na sua loja para fazer um convite de festa, por exemplo, também está em busca de uma infinidade de produtos.

Uma festinha de criança, além do convite, pede brindes para o final da festa, toda a papelada para a montagem da festa (copos, pratos, chapéus, com os temas).

Por que não pensar em revender o bolo da festa, painéis, e até mesmo direcionar o buffet.

Afinal o mais difícil você já fez! O cliente já está dentro da sua loja!

É claro que exagerei um pouco aqui, mas esta é uma possibilidade de fato!

diversificação de produtos para ganhar mercado

O que pode ser oferecido sem mudar muito?

Só de oferecer todo o mix de uns 2 ou 3 distribuidores, já vai dar uma cara nova para o seu negócio.

Aproveite as promoções em vários distribuidores e dê os cantos arredondados no material do seu cliente. Isto já é um início para o material dele ficar diferente dos concorrentes.

Os materiais novos que vem sendo oferecidos,como o PVC, também abrem muitas possibilidades.

Imagine que tem distribuidor oferecendo baralhos personalizados. Imagine ter um presente diferente em que todos lembrarão de você. Que tal dar um baralho com a cara do aniversariante? Diferente e com certeza será um sucesso na festa.

Até aqui não mudei muito o seu negócio! Mas ele já está com uma cara bem diferente.

Quer mudar mais! Quebre o paradigma e passe as áreas que tem haver com gráfica. Brindes, plotagem, silk e pequenas tiragens são caminhos naturais.

Encontre bons distribuidores nestas áreas e comece a oferecer estes novos produtos.

As vantagens

As vantagens são óbvias!

Com um mesmo cliente, você pode alavancar a venda e faturar muito mais.

O cliente entra para fazer um convite e acaba levando um pôster e vários brindes.

Com isso muito facilmente você dobra ou triplica seu faturamento.

Encontrar bons fornecedores nem sempre é fácil, mas com um pouco de boa vontade, logo, logo, você criará uma grande rede de fornecedores para oferecer estes novos produtos.

Outra vantagem é que por ter mais produtos, você acaba sendo lembrado mais vezes pelos clientes. Pense como cliente! Você preferiria ter que ir em 5 lugares diferentes para resolver o seu problema ou é melhor ir em apenas 1 local?

Que tal ser este local?

Tem desvantagens também!

Sei! Não pode ter só vantagens!

Sempre que entramos numa área nova, temos que aprender como ela funciona.

Detalhes técnicos podem afetar as primeiras vendas e dar um pouco de dor de cabeça.

A questão de garantir a qualidade também pode ser um problema.

Mas isto tudo você já tem, em menor escala.

É você que fabrica o papel? Ele não varia de qualidade ao longo do tempo? Ou será que você nunca percebeu isto!

Relações duradouras

Qualquer que sejam as vantagens e desvantagens, podem ser facilmente sanadas com uma relação duradoura com seu fornecedor.

Quanto mais tempo de relação com o distribuidor, maior será o carinho que ele terá com seus trabalhos e mais facilidades você conseguirá.

Vai chegar um ponto em que você mesmo vai desenvolver produtos novos em conjunto com ele, atendendo melhor a sua demanda.

Busque sempre trabalhar para ampliar estas parcerias!

Conclusão

Agora que leu todo o artigo! Volte a olhar para sua empresa!

Não tem muito que você pode mudar de imediato para atender melhor os seus clientes?

Então por que não começar logo agora?

Vasculhe os sites dos seus distribuidores em busca de novas opções! Entre n os anúncios pela internet procurando novos produtos.

Tem muita coisa por aí sendo oferecida.

Bem… boa sorte na sua busca… estaremos sempre aqui para ajudar.

Espero que tenham gostado deste post.

Se quiser estar sempre por dentro de nossas novidades, basta entrar na janela aqui do lado e assinar nossa newsletter! Não deixe de confirmar o email do feedburner para validar a sua inscrição.

Abraços a todos.

Curso de Photoshop

Você pode gostar também de:

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 0 Flares ×

2 comentários

  1. Paulo, fico impressionado com a qualidade dos teus artigos e a facilidade em tratar de assuntos tão interessantes de uma forma que até parece ser fácil. Eu penso da seguinte forma. A evolução depende das concorrências. Quem antes poderia ter um computador se não uma pessoa que ganhasse bem, os “ricos” digamos assim. Mas a concorrência apareceu e trouxe oportunidades por um preço mais em conta.

    Analisando esse artigo teu, podemos ver que, passar a explorar uma área nova pode ser complicado, até trazer prejuízos etc. Mas o negócio também pode da certo e o profissional passar a evoluir em seus negócios aumentando suas vendas e ganhos. É bem verdade que muitos profissionais ficam sempre na mesmice, uns não investem por medo, já outros por ser fominhas mesmo. Mas as inovações acabam se destacando e destacando quem tem atitude e dinheiro para investir. E digo mais, ou o profissional acompanha essas evoluções e busca estar sempre atualizado com os principais concorrentes, ou ficará a ver navios.

    • Paulo Valle
      Author

      Valeu pela participação, Moisés.
      Vou citar o seu caso em especial. Tanto eu como você estamos investindo num negócio chamado blogs. Eu ainda me estou me comportando como aquele gráfico do meu artigo com medo de pegar coisas novas. Você por outro lado tem investido pesado em novos meios de monetizar e valorizar o seu blog, investiu em reformas, pegou novos produtos (infoprodutos) e está dando uma cara nova para o seu negócio, conseguindo resultados mais rápido tal qual o gráfico que oferece produtos de áreas correlatas).
      A visão que eu passei se adapta a qualquer negócio… o seu blog é um exemplo disso. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *