Foco! O que uma estratégia sem foco pode fazer?

12 Flares Twitter 0 Facebook 9 Google+ 3 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 12 Flares ×

Estou passando por uma época anômala, onde faço um pouco de tudo! Ao pé da letra está faltando foco! O resultado é que as coisas parecem não sair do lugar… parecem estar rodando em círculos. Fico pensando… quantos aqui não estão mais ou menos na mesma situação?

Porquê ter foco?

Vou tirar pelo meu exemplo negativo!

Hoje estou dividindo meu tempo em três direções: O blog, a gráfica e uma pequena empresa de doces.

Trabalhar em gráfica e falar no blog de gráfica é uma coisa possível, pois em gráfica nem sempre existe o trabalho e o blog pode ser tocado parttime.

Mas quando vem a área de doces a coisa complica. Tem que parar tudo para bater massa, colocar na forma de silicone, assar os does e embalar. Uma produção simples leva mais de 3 horas direto. O dia que a produção tem que ser grande, simplesmente não se faz mais nada.

Não dá para parar, não dá para olhar email, não dá para pesquisar na internet… não se faz mais nada.

Isto é a falta de foco… quando pegamos coisas em áreas totalmente distintas que nãopodem ser conciliadas.

Isto acontece com você? Tem algo que você está fazendo que está impedindo o desenvolvimento das outras coisas?

foco nos negócios

Por que aparece a falta de foco?

Muitos agora devem estar perguntando: Porque trabalhar com doces, se dou bons conselhos na área gráfica? Por que não trabalhar apenas nesta área?

Acontece comigo e pode acontecer com vocês, de estar numa situação que não pode dispensar as coisas, por pura necessidade.

É uma armadilha que muitos entram! Pode acontecer numa gráfica por ter que repetir um serviço grande por um erro qualquer, afetando o financeiro da empresa. Pode ser uma demissão sem remuneração, como no meu caso. Pode ser um problema de saúde, que deixe a empresa no vermelho pela falta de pessoas chave… podem ser muitos problemas.

O que fazer quando detectar falta de foco?

O grande problema é quando começamos a fazer “mil coisas” e não percebemos que uma está prejudicando a outra.

Perceber o problema é a primeira solução!

Sabendo do problema, mesmo que tenhamos que conviver com ele por um tempo, podemos planejar uma saída desta situação.

No meu caso, os doces são somente por um breve período, pois meu único cliente em breve poderá produzir estes produtos… estou apenas cobrindo uma necessidade, ganhando um extra, enquanto aguardo que aumentem as vendas na gráfica.

Então, o plano é simples… investir em marketing… aguardar o resultado e largar os doces. Naturalmente as coisas irão se ajustar. Sofre-se por um tempo com a situação, mas consegue-se sair dela no futuro.

Mas no seu caso, você sabe qual é o plano?

Falta de foco na área gráfica

Uma coisa muito comum nas pequenas gráficas é o medo de perder cliente.

Topa-se qualquer trabalho… até aqueles que não se tem estrutura para pegar.

Já vi inúmeras gráficas pequenas quebrarem por pegar um serviço grande, feito por outra gráfica, que falhou em algum ponto. Em geral é algum detalhe de arte final não detectado pelo pequeno gráfico e rodado sem nenhuma preocupação pela gráfica grande. Resultado… um grande erro por culpa do pequeno gráfico, que achou que estaria sendo assessorado e não o foi.

Aí fica na seguinte situação… se bancar o erro quebra a gráfica e não consegue se reerguer. Se não bancar perde o cliente e grande parte da sua credibilidade… indo também para o caminho da quebra.

O erro? Falta de foco!

Se é uma gráfica pequena, contente-se com serviços pequenos e dentro de seus conhecimentos… vá galgando as etapas uma a uma. Não dá para atender clientes grandes e pequenos ao mesmo tempo… tem que se focar num nicho.

A quantidade de produtos também pode ser um problema. Se tentar produzir de tudo, no mínimo se perde qualidade, pois não é possível ter equipamentos bons em todos os nichos.

Terceirização e parcerias

Uma solução para poder atender um número maior de clientes com uma gama maior de produtos é a terceirização.

Já falei aqui inúmeras vezes em pegar serviços de grandes distribuidores.

Mesmo fazendo isto é bom ir “de leve”. Se você está acostumado a fazer cartões para seus clientes, em pequena tiragem… não vá pegar um cliente com uma grande revista… um erro na arte pode quebrar o seu negócio… é necessário pegar experiência nos diversos segmentos.

Uma coisa muito interessante é fazer parcerias. Se você pegar sempre cartões e conhece uma empresa que só faz revistas, estreite as relações… você oferecendo serviços de layout pequenos e rodado pequenos serviços. Quando entrar um serviço maior junte-se ao parceiro para desenvolver o trabalho, pegando a experiência deste. Assim o seu risco fica minimizado.

Lembre-se que um fornecedor não é necessariamente um parceiro. É necessário estreitar as relações. A equipe dele deve olhar para seu serviço e ter a decência de te avisar do erro… isto é muito difícil de acontecer… afinal, se você errar, terá que rodar o serviço de novo e eles lucram com isto.

Se tiver uma boa relação com o fornecedor, ele acaba se tornando um parceiro e você também dele. Ele vai te passar um cliente final e vai ter um carinho especial com seus serviços. Um vai quebrar o galho do outro, estreitando assim a relação.

Analisando seu nicho

Agora vamos focar!

Quais são os produtos que você trabalha?

Qual o porte de seu cliente?

Qual o seu “ticket médio” por venda?

Responder estas perguntas é muito importante, pois elas vão te dar foco!

Sabendo quais produtos você produz, pode analisar quais são aqueles que te dão maior retorno e tomam menos tempo na sua produção. Aqueles que são responsáveis por 80% das suas vendas e você leva apenas 20% do seu tempo para atender… é o seu filé! É o seu produto foco! Foque-se neles!

Quem é o seu cliente? Ele anda a pé. De ônibus ou de carro? Vê televisão, ouve rádio, lê jornal? Pega panfleto na rua? Olha para outdoor? Prefere ir a sua loja ou prefere receber a sua visita? Ou será que vem pela internet ou simplesmente telefona?

Sabendo o seu cliente foco, você pode criar novos produtos para ele, dentro do que ele espera e deseja e que você possa atender tendo alto lucro. Suas ações de marketing podem ser direcionadas aos meios que seu cliente acha importante.

Qual a sua venda média? Uma venda muito acima desta média pode comprometer todas as outras vendas do mês em caso de falha. Pense do seguinte modo… você produz 100 milheiros de cartões por mês… se 1 der erro, você refaz e isto vai significar cerca de 2 a 3 % do seu lucro… 1% do seu faturamento. Mas se nesse meio você faz 50 milheiros de cartões e pega um cliente grande que pede um serviço mais caro que estes 50 milheiros… se der problema exatamente neste serviço… você quebra!!!

É necessário focar no ticket médio e tentar aumentar ele por igual… nem clientes muito pequenos, nem os muito grandes… um cliente não pode ser maior do que 10% do seu faturamento, pois isto pode ser um problema no futuro. Só o faça se tiver uma boa reserva para o caso de problemas.

Perder dinheiro por falta de foco

Reserva financeira

Este item é muito importante!

Todos queremos crescer. Mas crescer com clientes muito maiores, sem ter reserva e experiência é um grande risco.

Saiba dizer não!

É melhor ser sincero com o cliente, dizendo não ter ainda o porte para este serviço e deixar a porta aberta para visitá-lo quando tiver a estrutura, do que arriscar e fazer feio.

Ninguém precisa ser grande! Ninguém precisa ter experiência!

Não quer perder o cliente? Procure alguém capaz de bancar o cliente e pegue uma comissão e um pouco de experiência… os parceiros estão aí!

Conclusão

Já vi muitas pessoas sem foco!

Rodar em círculo é muito comum com quem está começando num negócio. Acontece também com muita gente grande, que cresceu muito rápido e não percebeu as mudanças.

Parar de tempo em tempo e analisar seu mercado e produtos é o caminho para manter o foco e não ficar “rodando em círculos”.

Espero que esta postagem tenha aberto seus olhos.

Abraços a todos e até a próxima postagem.

Curso de Photoshop

Você pode gostar também de:

12 Flares Twitter 0 Facebook 9 Google+ 3 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 12 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *