O que eu fiz para mudar nos últimos meses?

15 Flares Twitter 7 Facebook 6 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 15 Flares ×

No post de hoje, irei direcionar vocês leitores a avaliarem o que tem feito para direcionar suas carreiras e empresas para o sucesso. Por isso começo  com  uma pergunta: Você tomou alguma atitude nos últimos meses?

Avaliando o tempo atual

Inicialmente irei pedir a todos que parem alguns minutos e pensem: Como está minha vida/empresa hoje? Dê uma volta, faça uma pausa e pense no assunto! Daqui a pouco nos encontramos de novo…

… e aí? Pensou?

Se ainda não o fez, volte a leitura e o faça agora mesmo! Não podemos ter o controle de nossas vidas se não paramos para pensar nela!

avaliar a vida

Sua vida está no caminho certo ou errado?

A primeira pergunta que temos que responder é se estamos indo na direção certa ou não.

Se estamos nos desenvolvendo, nossa empresa está crescendo, estamos muito bem com a família, com certeza estamos no caminho certo!

Mas, paramos por ai? Não!

É sempre bom sabermos o que fizemos de certo para de tempo em tempo  fazer ajustes para que nosso progresso  não saia do rumo certo.

Dar pequenas paradas no nosso dia a dia para avaliarmos nossa vida é sempre bom.

Se está tudo bem, agradeça a Deus por te dar a sabedoria necessária para acerta o caminho e devolva para as pessoas a sua volta, ajudando-as a melhorarem também.

Agora, se as coisas vão mal! Temos que fazer alguma coisa para melhorar.

Temos basicamente duas soluções: A primeira é achar alguém ou algo para culpar e passar o resto de nossa vida reclamando; A outra é tomarmos uma atitude e promovermos a mudança nós mesmos.

Se você é empregado

Se você é empregado e o problema é com sua profissão, é necessário avaliar se está fazendo algo que goste.

Você pode até fazer algo que não goste, desde que a parte financeira seja boa o suficiente.

Agora, se o que você faz e a situação financeira, também não agrada, você precisa criar um ambiente para mudança.

Minha sugestão neste caso é que você se prepare para mudar. Faça um curso numa área do seu interesse. Se estiver sem dinheiro, leia sobre o assunto na internet  ou procure cursos gratuitos. Conheça pessoas da área. Mostre a cara e o interesse.

Ficar parado não ajuda em nada. Se o problema para mudar é falta de grana, crie situações para gerar uma renda extra para promover a mudança.

A ideia básica é definir onde quer chegar, programar em pequenos passos possíveis de serem feitos, definir um tempo para cada passo e partir para a execução.

Dando um exemplo, digamos que você é um faxineiro que ganha o piso salarial. Você quer ser impressor. Talvez seja um pulo muito grande, mas você pode dividir em etapas. Primeiro deve juntar R$ 1000 para um curso de operador de offset, pode conseguir isto facilmente vendendo balas no sinal após o expediente por um ano. Vá colocando numa poupança até ter o montante. Terminar o seu supletivo para poder estar apto a entrar no curso, mais um ano. Fazer o curso de operador, mais um ano. Mostrar a todos que está se preparando com o curso… neste ponto, trabalhar com um sorriso ajuda bastante a abrir as portas. Conseguir uma oportunidade de ser um auxiliar. Depois ser finalmente um operador. Em cerca de uns 3 a 4 anos você mudou a sua vida.

Achou difícil? Demorado? Posso afirmar por experiência própria que funciona. Eu estava num momento de quebra total do meu negócio, quando programei a minha mudança. Tracei metas para sete anos. Tive desvios fora de meu controle, como o nascimento de meu segundo filho, mas mantive o rumo. Hoje, trabalho numa profissão que me agrada, estou a 3 meses de cumprir a meta inicial, estou ganhando cerca de quatro vezes o que ganhava no inicio da empreitada e em breve poderei escolher entre continuar onde eu estou, partir para lecionar numa boa universidade, reabrir meu negócio, ou fazer um pouco de cada coisa, melhorando ainda mais a minha situação financeira. Já estipulei novas metas que incluem lecionar e ter 3 negócios próprios em 5 anos.

Se eu consegui, por que você não pode conseguir? Basta dar o primeiro passo e estipular metas!

Se você tem empresa

Você tem uma empresa e não está indo muito bem.

Daí você tem duas saídas básicas: Mudar de ramo ou inovar no seu ramo.

Não adianta insistir no que está dando errado. Se você gosta do que faz, faça diferente para tentar sair da situação que está. O ramo gráfico tem muitos nichos. Existem nichos saturados, nichos que estão em extinção e nichos novos e extremamente rentáveis.

Se você está a muito tempo neste ramo, deve ter visto o sumiço dos tipógrafos e do pessoal dos fotolitos. A tecnologia simplesmente acabou com estes nichos. O mesmo vem ocorrendo com o pessoal que vivia de talões e similares. A legislação simplesmente eliminou 80% dos serviços deste nicho.

Você não vai ficar parado, esperando pelo fim. Está na hora de mudar. Visite feiras do ramo, leia revistas, conheça novos equipamentos. Se a grana está curta, comece mudando o seu foco de atuação terceirizando serviços. A medida que você saia do “buraco”, será possível pensar em investir em novos ramos.

Sempre que pensamos em mudanças, nos vem a mente grandes investimentos. Nem sempre é assim. Existem inúmeras tecnologias de baixíssimo custo que podem ser implantadas aos poucos e provocar mudanças.

Que algumas? Que tal fazer crachás? Uma impressora jato de tinta, uma plastificadora apropriada, uma canteadeira de pequeno porte e papéis especiais é o que é necessário. Você gasta menos de R$ 1000 e talvez você já tenha alguns destes equipamentos.

São poucos os que oferecem este tipo de serviço e tem muita gente que pensa em fazer e não o faz por que não encontra onde fazer. Pesquise o mercado!

Se você já esgotou as suas tentativas, programe-se para mudar de ramo. Comece se preparando para outro ramo que possa te atender financeiramente e que te agrade e siga os passos que dei no item anterior.

Você pode até criar um caminho em que você se prepare e passe algum tempo se capitalizando, para voltar a empreender mais tarde, desta vez, mais preparado para as situações difíceis.

problema financeiro

Quando o problema é apenas na área financeira

Você faz o que gosta, mas está com problema financeiro?

Analise sua situação. Quase sempre o problema é gastar mais do que se ganha.

Lembre-se que gastar menos por um tempo não significa abrir mão para sempre de ganhos melhores.

Considere que está fazendo um esforço momentâneo para ficar com uma situação melhor no futuro.

Digamos que sua empresa fature R$ 30 mil para você fazer uma retirada de R$ 5 mil. Você deve R$ 50 mil que geram pagamentos mensais de R$ 2 mil com depreciação da dívida e juros.

Sei que o ideal seria você retirar apenas R$ 3 mil e resolver a situação, mas nem sempre isto é possível. Mas economizar 20% é perfeitamente possível e permitirá que você saia mais rapidamente da situação.

Você pode também  inovar um pouco de maneira a aumentar um pouco os ganhos. Você está trabalhando bem os clientes? Está cuidado bem dos custos?

Se você encontrar uma matemática que consiga encaixar as prestações da dívida dentro do orçamento por digamos uns 2 anos, você tem a perspectiva de, apertando o cinto por este tempo, se livrar da situação num tempo estipulado e após este tempo poder incorporar o que paga  na dívida para ser um incremento nos seus rendimentos.

Se você não fizer isto hoje, a dívida vai chegar a um ponto de perder limites e ter contas bloqueadas, te jogando de uma hora para outra numa situação bem pior do que a que você conseguiria apertando o cinto.

Por isso, não adie a luta contra as dívidas.

Vale tudo nesta luta. Anote seus custos com precisão. Elabore um plano. Vá aos bancos conversar com os gerentes. Se for o caso mude de banco em busca de melhores condições. Você não pretende casar com o seu gerente, pretende?

Recentemente mudei meu relacionamento do Banco do Brasil para a Caixa Econômica, pois as condições de empréstimo da Caixa eram melhores e minha condição no Banco do Brasil estav esgotada… faça o mesmo. Vale até fazer leilão… o banco vende empréstimo e os gerentes tem cotas a cumprir… use isto a seu favor.

Impaciência

Aqui se encontra o grande vilão!

Ao sermos impacientes, não conseguimos esperar para ver os resultados e acabamos ficando imobilizados.

Ter paciência para que as coisas apresentem resultado é uma necessidade.

Por isso é tão importante dividir o plano em pequenas partes.

Com objetivos pequenos, você espera menos tempo, e não fica vulnerável a este inimigo.

E como diz o velho ditado: De grão em grão a galhinha enche o bico.

Primeiro passo

Aqui vale voltar a frisar. Avaliar a situação atual e definir metas é o primeiro passo.

Não adie o que pode te levar ao sucesso profissional, pessoal e financeiro.

Devemos estar cientes que a mudança depende apenas de nós. O ambiente externo pode até parecer predominar, mas tudo depende de nós mesmos.

Pense positivamente e trace o seu destino.

Familia

Em casa

Tudo que foi falado acima, também passa pelas relações pessoais em nossa casa.

A relação com Pais, esposa, filho, tudo pode ser estruturado e planejado.

Avalie a sua situação e veja o que está dando errado e o que está certo.

Crie pequenos objetivos.

Por exemplo: Você tem brigado muito com a sua esposa. Veja o que está sendo a sua culpa e procure mudar aos poucos a sua atitude. Surpreenda-a com atitudes positivas e não desanime com as negativas. Lembre-se que é um trabalho a longo prazo, buscando sempre pequenas vitórias.

É muito comum uma situação financeira ruim no trabalho se difundir para casa, trazendo um ambiente desagradável. Procure melhorar as coisas e separar o que é pessoal do que é financeiro.

Se você for pensar a fundo, as melhores coisas de nossas vidas não tiveram nenhum custo financeiro. Um sorriso,  um carinho, a primeira gracinha de nossos filhos, nada disso tem custo. Estão disponíveis para ricos e para pobres.

Portanto seja rico em suas relações de família! Não custa nada mesmo, basta cultivar o sorriso!

Conclusão

E aí? Vai começar a mudar? Vai avaliar sua situação e tomar as rédeas de sua vida!

Só depende de você!

Já falei muito hoje!

Espero que tenham gostado da postagem e que ela seja muito útil.

Até a próxima.

Abraços a todos.

E um bom final de semana com a sua família!

Curso de Photoshop

Você pode gostar também de:

15 Flares Twitter 7 Facebook 6 Google+ 2 Pin It Share 0 Email -- LinkedIn 0 15 Flares ×

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *